Auxílio emergência é pago a 250 famílias atingidas pelas chuvas

salvador
28.11.2019, 17:58:00
Atualizado: 28.11.2019, 22:32:36
No total, 934 pessoas precisaram deixar as próprias casas por causa do mau tempo (Foto: Betto Jr/ CORREIO )

Auxílio emergência é pago a 250 famílias atingidas pelas chuvas

Benefício é destinado a quem teve perdas materiais com o mau tempo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Dois dias depois de chuvas intensas obrigarem 934 pessoas a deixarem as próprias casas, em áreas de risco de Salvador, o Município informou que 250 famílias já receberam o auxílio emergência. O benefício é oferecido àqueles que perderam bens materiais por conta do mau tempo, e o valor máximo é de até três salários mínimos. O montante pago até está quinta-feira (28) foi de R$ 528 mil.

A Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) informou que 145 famílias receberam o benefício na quarta-feira e outras 105 nesta quinta (28). O saque estará disponível nas agências bancárias a partir desta sexta-feira (29).

Famílias que moram em encostas são as mais vulneráveis (Foto: Bruno Wendel/ CORREIO)

Para ter acesso ao auxílio, primeiro, é preciso estar cadastrado na prefeitura como morador de área de risco. As equipes da Sempre estão indo de porta em porta fazer esse registro. Depois, servidores da Defesa Civil (Codesal) visitam o imóvel para avaliar os estragos.

Na quarta, foram beneficiadas 65 famílias da região da Jaqueira do Carneiro, na Fazenda Grande do Retiro, e outras 80 do Bate Facho. Os detalhes sobres as 105 famílias que receberam o auxílio nesta quinta ainda não foram divulgados.

Em nota, a Sempre afirmou que nesses locais, e em outros pontos da cidade em que as sirenes foram acionadas, as equipes da Secretaria e da Codesal continuam o trabalho de cadastro e avaliação de danos dos imóveis. Os relatórios emitidos pela Defesa Civil vão orientar também o pagamento do Auxílio Aluguel no valor de R$ 300 para famílias que tiveram prejuízos com as fortes chuvas. 

A Secretaria atualizou as informações no final da tarde. Foram cadastradas 825 pessoas para receberem o auxílio emergência por conta da chuva de terça-feira: Jaqueira do Carneiro (76), Baixão (18), Baixinha de Mussurunga (3), Bate Facho (298), Boa Vista de São Caetano (84), e Boiadeiro (346). O montante investido nos 250 benefícios já liberados é de R$ 528.940,00. 

Servidores da Limpurb recolheram 387 tonledas de lixo na terça e na quarta-feira (Foto: Divulgação/ Limpurb)

Acolhimento
Até o final da noite desta quarta-feira, um total 934 cadastros foram realizados pelas equipes da Sempre em virtude das chuvas. Foram 884 na terça-feira (26) e mais 50 cadastros na quarta. O número de pessoas que foram acolhidas nos abrigos montados pelo Município diminuiu de 387, no primeiro dia, para 225, nesta quarta, sendo 133 adultos e 92 crianças. Nesta quinta-feira, 91 pessoas ainda estão nesses locais. 

Além do auxílio-moradia e auxílio-emergência, que estão sendo disponibilizados após vistoria da Defesa Civil, recebimento e avaliação de documentação na Sempre, a Secretaria também está disponibilizando em sete escolas municipais provisões materiais para atendimento imediato de necessidades básicas, como tolhas, cobertores, colchões, cestas básicas, lençóis, e kits de higiene, limpeza e infantil para as famílias acolhidas temporariamente nas escolas municipais, ou em casa de parentes e amigos.

Mau tempo deixou ruas alagadas (Foto: Mauro Akin Nassor/ CORREIO)

Os técnicos realizam, ainda, encaminhamentos necessários para a rede parceira e socioassistencial como Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Centros de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), Prefeituras- Bairro e Centro Unificado de Inclusão, Desenvolvimento, Assistência e Referência Social (Cuidar).

A Sempre recomenda que os indivíduos e as famílias que identifiquem situações de risco, liguem para 199 ou 156 para obter orientações e solicitar vistoria nos imóveis.

Chuva causou destruição (Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)

Escolas
Cinco escolas municipais estão abrigando as famílias. A Secretaria Municipal da Educação do Salvador (Smed) informou, em nota, que na Escola Municipal Alexandre Leal, no Gravatá, no Centro, os desabrigados foram instalados no prédio em anexo. Isso permitiu que os alunos possam continuar fazendo as provas no edifício principal.

Já nas outras quatro unidades as aulas precisaram ser suspensas. Foram elas: Escola Municipal Coração de Jesus, na Baixa do Cacau, no bairro do Lobato (são 170 estudantes); Escola Municipal Santa Terezinha, no Mamede, no Alto de Terezinha (193 alunos); Escola Municipal Eufrozina Miranda, no Voluntários da Pátria, no Lobato (532 alunos); Escola Municipal Manuel Francisco do Nascimento Brito, em Sussuarana (152 alunos);

Igreja é um dos locais que abriga famílias desalojadas pela chuva
(Foto: Mauro Akin Nassor/ CORREIO)

A Smed informou que essas unidades estarão à disposição para o acolhimento das famílias pelo tempo que for necessário e que, apesar das chuvas ocorridas na terça-feira, mais de 90% das escolas da rede municipal funcionaram normalmente na quarta-feira.

Além das escolas, famílias foram abrigadas também em uma Igreja Batista, na Vila Picasso, e na Associação de Moradores do Novo Arvoredo, em Tancredo Neves. 

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão para esta sexta-feira, em Salvador, é de tempo parcialmente nublado com possibilidade de chuvas isoladas. Já o final de semana será de parcialmente nublado a claro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas