Azeite de oliva feito na Bahia ganha prêmio em concurso na França

bahia
26.09.2021, 14:16:00

Azeite de oliva feito na Bahia ganha prêmio em concurso na França

Azeite foi prensado pela primeira vez este ano. A produção foi feita a partir de oliveiras cultivadas em uma fazenda em Rio de Contas

O primeiro azeite de oliva produzido na Bahia, a partir de azeitonas cultivadas em Rio de Contas, cidade da Chapada Diamantina, conquistou um prêmio internacional na França. O produto ganhou medalha de ouro em um dos concursos mais importantes do segmento realizado em Paris, o Olio Nuovo - Bests of the Southern Hemisphere (Melhores do hemisfério sul). O azeite de Rio de Contas foi avaliado por alguns dos melhores especialistas do mundo e concorreu com outros produzidos em diversos países do hemisfério sul.

O azeite foi prensado pela primeira vez este ano. A produção são de oliveiras cultivadas em uma fazenda em Rio de Contas, que produziram em escala, no nordeste, depois de mais de 12 anos de plantadas. Este ano foram produzidos apenas 200 litros do azeite.

"É um concurso onde o sensorial é o que mais se destaca. E, pra gente, é uma enorme surpresa porque o sensorial deste azeite é muito diferente. Tem esse gosto de cacau, de banana madura, é um gosto tropical. É diferente mesmo, tem que ir pra Paris, e a gente foi sem acreditar. É um concurso extremamente prestigioso de culinária de alto nível, respondendo a essas demandas da grande culinária francesa, né, enfim, do mundo, e pouquíssimos vencedores...e a gente está entre eles", comemrou o produtor rural Christophe Chinchilla, em entrevista ao Bahia Rural, da Rede Bahia.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas