Bactéria 'escapa' de laboratório chinês e 3 mil pessoas são infectadas

mundo
18.09.2020, 16:25:44
Atualizado: 18.09.2020, 16:28:52
(Foto: Reprodução)

Bactéria 'escapa' de laboratório chinês e 3 mil pessoas são infectadas

Pessoas pegaram brucelose, doença transmitida do gado para humanos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Mais de 3 mil pessoas adoeceram após uma bactéria "escapar" de um laboratório no noroeste da China. Segundo a France Presse, o local produz vacinas para animais e o acidente ocorreu em 2019, sendo divulgado apenas na terça-feira passada (8).

A bactéria que vazou é a responsável pela brucelose, doença transmitida pelo gado para as pessoas ou por produtos de origem animal, principalmente por produtos lácteos não pasteurizados. Os sintomas causados por ela são fadiga, perda de peso, febre, diarreia, dores nas articulações e dores de cabeça.

Desde o ocorrido, um total de 3.245 pessoas foram testadas e tiveram resultado positivo para a bactéria, segundo autoridades sanitárias de Lanzhou, capital da província de Gansu. O governo local afirma, ainda de acordo com a France Presse, que não houve transmissão de humano para humano.

Os pacientes receberão uma indenização a partir de outubro, de acordo com as autoridades de Lanzhou.

As autoridades explicaram que o laboratório usou um desinfetante vencido na produção de vacinas contra brucelose para animais. Como resultado, a esterilização foi incompleta e as bactérias ficaram nas emissões de gases da empresa.

O gás contaminado se espalhou pelo ar até o vizinho Instituto de Pesquisa Veterinária, onde infectou quase 200 pessoas em dezembro passado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas