Bahia Farm Show será estendida por conta da greve dos caminhoneiros

salvador
25.05.2018, 17:00:00
Evento acontece todos os anos na Bahia (Foto: Divulgação)

Bahia Farm Show será estendida por conta da greve dos caminhoneiros

Evento de agronegócio é um dos maiores do país e acontece no Oeste da Bahia

A paralisação dos caminhoneiros teve reflexo também na organização Bahia Farm Show, um dos maiores eventos de agronegócio do país, e que acontece todos os anos na Bahia. A Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), entidade responsável pela organização da feira, informou que este ano ela começará na terça-feira (29) e será encerrada no domingo (3).

Parte dos estandes ainda não foram montados (Foto: Divulgação/ Arquivo)

O encerramento acontece tradicionalmente no sábado, mas desta vez precisou ser estendido para o domingo porque muitos dos expositores ainda não conseguiram montar os estandes. As mercadorias estão presas nas estradas bloqueadas pelos protestos dos caminhoneiros.

Em nota, a associação informou que “a mudança se fez necessária para garantir a segurança comercial dos expositores que ainda não conseguiram chegar à feira”. Na prática, eles terão até às 5h de terça-feira, pouco antes da abertura oficial do evento, para finalizar a montagem das estruturas.

“A decisão foi mantida por considerar a grandiosidade e a importância da feira para a economia regional, e também em respeito aos agricultores, pesquisadores, estudantes e, sobretudo, aos expositores que já encontram-se em Luís Eduardo Magalhães, com boa parte das estruturas montadas”, diz a nota.

Evento movimenta milhões de reais todos os anos (Foto: Divulgação/ Arquivo)

A associação informou também que vai permitir o acesso e montagem após as 20h de cada dia da feira. A instituição frisou que mesmo que os equipamentos não sejam totalmente concluídos o evento ocorrerá e os expositores vão receber os clientes.

A organização afirmou que a Bahia Farm Show e os produtores rurais do oeste baiano apoiam o movimento dos caminhoneiros e a importância da luta pela redução dos preços dos combustíveis, por entender ser uma reivindicação comum ao setor agrícola.

“Contudo, reconhece que a greve não pode atrapalhar a realização da feira, pois o seu cancelamento implicaria em prejuízos incalculáveis à região do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), tanto na parte econômica como na parte social”, conclui a nota.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas