Bahia só depende dele para se manter na Série A; veja cenários

e.c. bahia
07.12.2021, 05:00:00
Bahia precisa ganhar o Fortaleza, no Castelão, para não depender de outros resultados (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bahia só depende dele para se manter na Série A; veja cenários

Fora da zona, tricolor encara o Fortaleza na última rodada do Brasileirão

O futuro do Bahia no Campeonato Brasileiro vai ser decidido na última rodada e está nas mãos dele. O Esquadrão entra em campo quinta-feira contra o Fortaleza, na capital cearense, em jogo de vida ou morte para o clube baiano.

Depois de vencer o Fluminense por 2x0, no domingo, a sorte sorriu para o tricolor, nesta segunda-feira (6), no complemento da penúltima rodada. A derrota do Juventude contra o São Paulo deixou o Bahia dependendo apenas das próprias forças para se livrar do rebaixamento para a Série B.

As duas equipes chegam na última rodada da Série A com 43 pontos. O tricolor, no entanto, leva vantagem no número de vitórias - 11 contra 10 do Juventude - e está na 16ª colocação, uma casa acima do Z4, que é aberto pelo time do interior gaúcho.

Assim, seja qual for o resultado do concorrente, uma vitória sobre o Fortaleza garante o Bahia na Série A. Com 46 pontos, não poderia ser ultrapassado devido justamente ao número de vitórias, que é o primeiro critério de desempate. 

Na melhor das hipóteses, o Bahia ainda passaria o Cuiabá (que tem 46 pontos) e garantiria uma vaga na Copa Sul-Americana com o 15º lugar. Esta é a melhor colocação possível.

O tricolor também pode se manter na primeira divisão se não ganhar. No entanto, dependeria de ajuda externa.

O primeiro cenário é em caso de empate com o Fortaleza. O Bahia terminaria com 44 pontos e teria que torcer para que o Juventude não vença o Corinthians em Caxias do Sul (RS). Assim, o tricolor poderia até empatar em pontos, mas levaria vantagem pelo número de vitórias. Neste cenário, o Grêmio seria o outro rebaixado. Restam duas vagas em aberto, já que Sport e Chapecoense estão certos na Série B 2022.

O Esquadrão pode escapar da queda até com derrota, mas aí precisaria que o Juventude perca e o Grêmio não ganhe do Atlético-MG em Porto Alegre. Já campeão, o Galo deve descansar os titulares para a final da Copa do Brasil - o jogo de ida é domingo, contra o Athletico-PR.

Em meio aos caminhos possíveis para a permanência, o técnico Guto Ferreira é bem claro ao tratar o jogo contra o Fortaleza como uma decisão em que só a vitória está nos planos do Bahia. “Precisamos ganhar mais uma. Não tem como. O único resultado que mantém o Bahia é mais um triunfo. Temos que nos entregar de corpo e alma atrás desse triunfo”, analisou o treinador.

O time vai ter uma baixa importante no último compromisso do ano. Expulso contra o Fluminense, o atacante Rossi não joga. O camisa 7 é garçom do Esquadrão na temporada, com 12 assistências. Juninho Capixaba deve herdar a vaga.

Por outro lado, Guto ganha os reforços importantes dos meias Lucas Mugni e Daniel. A dupla volta a ficar à disposição depois de ter cumprido suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O argentino é quem tem mais chance de aparecer na equipe titular.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas