Bahia vence o Athletico-PR na estreia de Guto e deixa a zona de rebaixamento

e.c. bahia
09.10.2021, 20:51:00
Atualizado: 10.10.2021, 19:43:03
O estreante Raí Nascimento fuzilou o goleiro Santos e iniciou o triunfo do Bahia sobre o Athletico-PR (Foto: Vitor Tamar/ EC Bahia)

Bahia vence o Athletico-PR na estreia de Guto e deixa a zona de rebaixamento

Tricolor quebrou jejum de quatro jogos sem triunfos e respirou no Brasileirão

Na reestreia do técnico Guto Ferreira no comando do Bahia, os tricolores voltaram a sorrir. Na noite deste sábado (9), o Esquadrão venceu o Athletico-PR, na Arena da Baixada, por 2x0, quebrou o jejum de quatro partidas sem vitórias e saiu da zona de rebaixamento. 

Os heróis do time baiano em Curitiba foram Raí Nascimento e Gilberto. Último jogador contratado pelo Esquadrão, Raí foi a aposta de Guto no duelo e mostrou que tem estrela ao marcar o gol aos 43 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa, Giba completou o placar.  

O resultado deixa o Bahia com 26 pontos. O tricolor agora ocupa a 16ª colocação. O clube baiano soma um ponto a mais do que o Santos, que entra em campo neste domingo (10), contra o Grêmio, que está na 18ª colocação. 

O próximo compromisso do Bahia na Série A será na terça-feira (12), quando recebe o Palmeiras, às 21h30, no jogo que marca o retorno da torcida à Fonte Nova depois de um ano e sete meses.  

Estreia com estrela
Apesar do pouco tempo de preparação, Guto fez mudanças na equipe titular. Enquanto Danilo Fernandes ganhou chance no gol, Juninho Capixaba foi deslocado para o ataque e Matheus Bahia entrou na lateral esquerda. O treinador promoveu ainda a estreia do atacante Raí Nascimento.

O Esquadrão se mostrou um time mais organizado na primeira etapa da partida na Arena da Baixada. A parceria entre Mugni e Capixaba fortaleceu o lado esquerdo do ataque. O tricolor só precisava acertar a pontaria. Gilberto e Juninho Capixaba perderam duas boas chances logo no início do jogo.

Do outro lado, o Athletico ameaçava nas tentativas de encaixar o contra-ataque. Em uma descida rápida, Bissoli ficou livre e bateu na saída de Danilo Fernandes. A bola passou tirando tinta da trave. Já na cobrança de falta, o goleiro tricolor apareceu bem para salvar.   

O bom desempenho do tricolor na partida foi premiado aos 43 minutos. O desvio de cabeça de Gilberto deixou Raí Nascimento em boa condição. O estreante invadiu a área em velocidade e fuzilou o goleiro Santos para fazer Bahia 1x0.

Giba neles
O Bahia voltou do intervalo sem mudanças, mas presente no ataque. O Esquadrão precisou de apenas quatro minutos para ampliar a vantagem sobre o Athletico-PR. 

Na cobrança de falta de falta na área, Gilberto surgiu livre na defesa paranaense e, com muita inteligência, mandou de cabeça para o fundo das redes: Bahia 2x0. 

Com a desvantagem, o Athletico foi forçado a sair para o ataque. Aí, Danilo Fernandes passou a ser o nome do jogo. O goleiro tricolor apareceu bem no chute de Terans, e depois na finalização de Pedrinho, na pequena área. 

Guto Ferreira então decidiu reforçar o meio-campo tricolor e colocou o volante Edson na vaga de Daniel para controlar a partida. Ronaldo e Isnaldo também foram para o campo.

Aos 30 minutos o Furacão voltou a ter grande chance. Dessa vez foi Renato Kayser quem parou nas mãos de Danilo Fernandes.  Quando o goleiro não conseguiu chegar, o travessão se mostrou aliado e impediu o gol de Nikão. 

Do outro lado, o Bahia cadenciou o jogo, viu o tempo passar e esperou o apito final para comemorar os três pontos fora de casa.




FICHA TÉCNICA 

Athletico-PR 0x2 Bahia - 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 

Local: Arena da Baixada (Curitiba)
Gols: Raí Nascimento, aos 23 minutos do 1º tempo e Gilberto, aos 4 minutos do 2º tempo
Cartão amarelo: NIkão (Athletico-PR); Danilo Fernandes e Luiz Otávio (Bahia)
Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Michael e Márcia Bezerra Lopes Caetano. O árbitro de vídeo (VAR) é Pathrice Wallace Corrêa Maia (Todos do Rio de Janeiro).

Athletico-PR:  Santos, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo (Pedrinho); Marcinho (Khellven), Erick, Richard (Renato Kayser) e Nicolas; Nikão, Bissoli (Christian) e Terans (Pedro Rocha). Técnico: Alberto Valentim. 

Bahia: Danilo Fernandes, Nino Paraíba, Gustavo Henrique, Luiz Otávio, Matheus Bahia (Isnaldo); Patrick (Raniele), Daniel (Edson) e Lucas Mugni; Raí Nascimento (Ronaldo), Gilberto e Juninho Capixaba. Técnico: Guto Ferreira. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas