Bahia visita o Palmeiras em confronto direto pelo G4 da Série A

e.c. bahia
27.06.2021, 05:00:00
Gilberto é o artilheiro do Bahia no Brasileirão, com quatro gols (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bahia visita o Palmeiras em confronto direto pelo G4 da Série A

Tricolor entra em campo neste domingo (27), às 20h, em São Paulo

Depois de dois jogos seguidos em casa, o Bahia se prepara agora para atuar longe dos seus domínios. Neste domingo (27), o Esquadrão enfrenta o Palmeiras, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. A partida começa às 20h, no estádio Allianz Parque, em São Paulo.

O Bahia tem a missão de manter o bom momento na parte de cima da tabela. Com 11 pontos, inicia a rodada na quarta colocação, dentro da zona de classificação para a Copa Libertadores. E os tricolores têm motivos para ficar confiantes mesmo com o time atuando fora da capital baiana.

Como visitante, o Bahia conquistou bons resultados na atual edição do Brasileirão. Na segunda rodada, arrancou um empate por 3x3 com o Red Bull Bragantino. Na quarta, o final foi feliz, com triunfo por 2x1 sobre o Ceará no Castelão.

O Palmeiras tem credenciais de respeito: é o atual campeão da Libertadores e da Copa do Brasil. Por outro lado, vive momento de pressão além da habitual desde o vice-campeonato paulista, em maio. Na Série A, apesar de estar colado no Bahia na classificação, o clube vem de derrota para o Bragantino por 3x1 fora de casa. E nos bastidores, a relação entre o técnico Abel Ferreira e o presidente Maurício Galiotte ficou um pouco tensa após as cobranças públicas do treinador por reforços.

Diante de todo o contexto, o volante Patrick, 21 anos, formado na base palmeirense antes de chegar ao Bahia em 2020, prega pés no chão. “A gente sabe que é um jogo difícil, poucos jogos no Campeonato Brasileiro são fáceis. A gente tenta tornar o jogo fácil, contra o Athletico tivemos dois jogadores a mais, mas não foi fácil. Contra o Palmeiras temos que entrar com a mesma mentalidade que iniciamos os jogos para conseguir sair com os três pontos de lá”, afirmou.

A cautela de Patrick não é em vão. O Palmeiras tem sido uma pedra no sapato do tricolor nos últimos anos. O time baiano não vence o alviverde desde 2012, quando Souza marcou duas vezes na vitória por 2x0, pelo Brasileirão, em Barueri (SP). De lá para cá as equipes se enfrentaram outras 13 vezes, com seis derrotas do Bahia e sete empates.

“Temos que manter o nosso estilo de jogo, temos criado uma identidade e isso vem ajudando. A gente entra em campo sabendo o que vai fazer, e quem entra depois também sabe. Essa rodagem do elenco, com todo mundo tendo o mesmo pensamento, ajuda a estar lá em cima na tabela”, continuou Patrick.

O volante, aliás, vai enfrentar o Palmeiras pela primeira vez como jogador profissional. Assim como o goleiro Matheus Teixeira e lateral Matheus Bahia, que também foram formados na base do alviverde e chegaram ao Esquadrão para compor o time sub-20. Matheus Bahia, inclusive, volta ao time após cumprir suspensão.  

Quem não deve estar em campo no Allianz Parque é o zagueiro argentino Conti. Ele machucou a coxa durante a vitória sobre o Athletico-PR, na quinta-feira, e dificilmente terá condições de jogo. A tendência é que Luiz Otávio seja o parceiro de Juninho, mas não será surpresa se Lucas Fonseca ganhar a vaga. Thonny Anderson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, também está fora.

“Lucas (Fonseca) é uma das lideranças desse grupo. Mesmo não jogando, é capitão, tem uma ascendência muito grande. Ele tem uma participação efetiva em toda a construção do vestiário, é um cara extremamente atuante. E tenho nele uma confiança muito grande. A condição de jogar ou não são opções, detalhes”, explicou Dado Cavalcanti.

Confira as prováveis escalações:  

Palmeiras: Vinícius Silvestre; Marcos Rocha, Felipe Melo, Renan e Victor Luís; Danilo Barbosa, Gustavo Scarpa e Raphael Veiga; Rony, Willian e Deyverson. Técnico: Abel Ferreira.

Bahia: Matheus Teixeira, Nino Paraíba, Luiz Otávio, Juninho e Matheus Bahia; Patrick, Daniel e Thaciano; Rossi, Gilberto e Rodriguinho. Técnico: Dado Cavalcanti.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas