Bandidos atacam agência, atiram contra posto da PM e queimam carros na Bahia

bahia
14.03.2019, 10:48:00
Atualizado: 14.03.2019, 13:05:09
(Foto: Leitor CORREIO)

Bandidos atacam agência, atiram contra posto da PM e queimam carros na Bahia

Ataque a agência do Bradesco de Maragogipe ocorreu na madrugada desta quinta

A agência do Bradesco, em Maragogipe, no Recôncavo Baiano, foi atacada na madrugada desta quinta-feira (14). De acordo com informações da Polícia Militar, os bandidos explodiram os terminais de autoatendimento, por volta das 2h30, e, durante a fuga atiraram contra o posto da PM, atearam fogo em veículos e jogaram 'miguelitos' (espécie de pregos) na ponte de São Félix. 

Ainda de acordo com a polícia, os bandidos fugiram em uma caminhonete e um veículo Fiat Doblô. Equipes do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 27ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Cruz das Almas), Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte e Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/ Rondesp Leste) reforçaram o policiamento no local. Não houve feridos durante a ocorrência.

A agência fica na Rua Geni de Moraes, que é a principal rua do comércio de Maragogipe. Uma moradora da cidade, que pediu para não ser identificada, conta que foram muitos tiros e que a parte do auto-atendimento da agência ficou completamente destruída.

"Moro perto, foram muitos tiros, muito barulho. No início achei que fosse briga de facção, mas depois percebi que era algo no banco por causa do barulho das bombas", contou a moradora.

A moradora lembra que a agência do Banco do Brasil do município já havia sido alvo de ataques anteriormente - em agosto de 2016. A família de um gerente da mesma instituição bancária havia sido sequestrada em 2012. 

O prédio onde funciona a agência é alugado e o proprietário do imóvel mora no primeiro andar. "Ele está se recuperando de um AVC e soube que piorou após essa noite de terror", contou.

De acordo com informações da Polícia Civil, equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Santo Antônio de Jesus) estão no local para investigar as circunstâncias da explosão de três terminais de autoatendimento do Bradesco.

A polícia disse ainda que os autores do crime, que fugiram sentido ao distrito de São Roque do Paraguaçu, estão sendo procurados. Ainda segundo a polícia, o valor levado pelos bandidos não foi informado pelo banco.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas