Batalhão Quebra Ferro: 100 pessoas vão lavar caboclos da Lapinha ao Campo Grande

bahia
02.07.2022, 07:16:18
(Foto: Fernanda Santana/CORREIO)

Batalhão Quebra Ferro: 100 pessoas vão lavar caboclos da Lapinha ao Campo Grande

Cortejo cívico da independência acontece deste sábado (02)

Depois de dois anos, os baianos retornaram neste sábado (2) à Lapinha para seguir o cortejo do 2 de julho. São 100 pessoas do Batalhão Quebra Ferro, que levarão o caboclo - vestido das cores do Brasil - e a cabocla - vestida das cores da Bahia - até o Campo Grande. 

Aos 92 anos, a aposentado Lélia Marques, impossibilitada de seguir o percurso a pé, era guiada pela neta Lélia. “Nasci nesse clima de desfile. Moro na Caixa D’água e desde mocinha venho”, contou. Ela acompanhará o percurso até a lapinha. Depois. Assistirá ao desfile da janela da filha Angélica.

No batalhão que segura o caboclo e a cabocla, o clima é de reencontro e de saudade. Em dois anos da pandemia, perderam colegas que há mais de 30 anos trabalhavam no 2 de julho. A família Alves veio homenagear Cosme, que desde os anos 70 atuava na festa.

Cosme, aniversariante do 2 de julho, faleceu em março. Sua filha Iracema Alves, 52, um neto e o irmão gêmeo, Damião, vieram celebrá-lo. “Venho aqui desde pequena. Era uma festa. Então tive a ideia de homenagearmos ele”.

ACOMPANHE AQUI A COBERTURA COMPLETA DO DOIS DE JULHO

Com o tema “A construção da nossa história”, a edição de 2022 busca enaltecer o protagonismo dos baianos e baianas na conquista da independência do Brasil no estado. No sábado (02), às 6h, acontece a tradicional queima de fogos no Largo da Lapinha, que marca a preparação do Cortejo Cívico. Na sequência, estão previstos o hasteamos das bandeiras e a deposição de flores no monumento do General Labatut. Às 08h30, a primeira parte do Cortejo é iniciado em direção à Praça Thomé de Souza, com homenagens aos heróis da independência pelo Convento da Soledade, Ordem Terceira do Carmo e Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos.  

Clique aqui e confira a programação completa

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas