Bellintani revela negativas em busca de reforços para o Bahia

e.c. bahia
13.10.2020, 15:41:00
Bellintani diz que elenco do Bahia é superior a outros que disputam o Brasileirão (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bellintani revela negativas em busca de reforços para o Bahia

Presidente tricolor falou sobre momento do clube e diz que crê em recuperação

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em situação delicada no Campeonato Brasileiro, o Bahia segue em busca de reforços para o elenco comandado por Mano Menezes. Depois de afirmar que o clube anunciaria entre duas e três novas peças, o presidente tricolor, Guilherme Bellitani, explicou que tem esbarrado em dificuldades do mercado da bola.

Em entrevista à Rádio Metrópole na manhã desta terça-feira (13), Bellintani disse que quer contratar os jogadores certos, mas recebeu negativas das negociações que estavam em curso. Os nomes procurados pelo Esquadrão têm sido indicações diretas do técnico Mano Menezes. Desde a chegada do treinador, o clube anunciou as contratações do volante Elias e do zagueiro Anderson Martins. 

"Temos um time para superar isso, uma estrutura para superar isso, treinador de ponta. O grande desafio é manter o equilíbrio emocional, manter a confiança do time, conseguir fazer alguns investimentos de complementação. Ainda faltam aí talvez duas contratações, que a gente está tentando. Já fizemos algumas propostas essa semana, tivemos a negativa. Também não queremos contratar só por contratar, queremos contratar os jogadores certos. Já contratamos dois, queremos contratar mais dois ou três. Ainda em um processo lento por conta de nossas escolhas", disse Bellintani.

"O que temos que fazer é isso: equilíbrio, temos que corrigir, fazer algumas contratações, melhorar postura tática. Time parou de tomar tanto gol quanto tomava, time já começou processo de organização melhor dentro do campo. Mas a gente não acredita em milagre que de uma hora para outra o time vai começar a brilhar", continuou ele.

Com 15 pontos, o Bahia é atual 16º colocado do Brasileirão. O tricolor está empatado em número de pontos com o Corinthians, primeiro time na zona de rebaixamento, mas leva vantagem no número de vitórias.

Sobre a preocupação com a proximidade do Z4, Bellintani disse que tem trabalhado para evitar um possível rebaixamento, mas analisa que o elenco do Bahia é melhor do que muitos outros da Série A e acredita numa recuperação dentro do torneio.

"A gente trabalha para que isso não aconteça [o rebaixamento]. Eu tenho fé que não vai acontecer. Se futebol tiver alguma lógica, a gente vai recuperar. Futebol não é todo lógico, se fosse, a gente nem estaria na posição que está hoje. Mas se tiver alguma lógica, o trabalho que a gente está fazendo vai surtir efeito, e a gente superar essa fase bem ruim. A gente acredita que nosso elenco é melhor do que muitos dentro do Brasileiro. Nossa equipe técnica é muito experiente, o clube é um clube estável, com jogadores com vontade de superar esses obstáculos. Tenho fé, certeza que a gente vai sair dessa", analisou o presidente tricolor.

"A gente de fato entrou em uma situação muito difícil e estamos trabalhando para sair dela. Mano praticamente se mudou para o CT Evaristo de Macedo. Está dormindo lá vários dias junto com a comissão técnica para ter mais tempo para trabalhar. Isso é muito positivo. São pessoas que estão mergulhando no clube intensamente", continuou ele.

Nesta sexta-feira (16), o Bahia volta a entrar em campo pelo Brasileirão. O Esquadrão visita o Goiás, às 20h, no estádio da Serrinha, em Goiânia, em jogo válido pela 16ª rodada.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas