‘Blincadeila galantida’: parque da Turma da Mônica é inaugurado no Shopping Paralela

salvador
05.01.2022, 06:00:00
Parque já está funcionando no Shopping Paralela (Paula Fróes/ CORREIO)

‘Blincadeila galantida’: parque da Turma da Mônica é inaugurado no Shopping Paralela

Criançada se esbaldou nas atrações já no primeiro dia de funcionamento

Fã de Histórias em Quadrinhos (HQ’s) ou não, todo mundo sabe do que se trata a história quando ela tem Mônica, Magali, Cebolinha e Cascão como personagens. Criada em 1959, a Turma da Mônica é um sucesso capaz de se expandir, invadindo as telas da TV e do cinema. E não parou por aí. Agora, a galerinha ganhou espaço até no Shopping Paralela, onde um espaço foi inaugurado nesta terça-feira (4). 

A Estação Turma da Mônica não leva esse nome à toa. Ao adentrar no local, os pequenos e seus pais são transportados para um mundo de 1.400m² com 12 atrações interativas, parque temático, carrossel, gamestation e outros tipos de recreações.

O local é um prato cheio para quem é fã da Mônica e seus amigos, como o pequeno Bento Azevedo, 6 anos. Ele está em Salvador durante as férias, mas é de Ubatã, município do sul da Bahia. Sua volta para casa estava programada para ontem, porém, depois de saber da inauguração do espaço, correu para o Paralela.

“Ele estava muito ansioso porque gosta demais dos quadrinhos. Antes de ir embora, tínhamos que passar aqui. As malas já estão no carro para, depois daqui, irmos. Tudo isso porque ele ficou pedindo um milhão de vezes para vir”, justificou Luana Nova, 41 anos, mãe de Bento.

Para o pequeno, a insistência valeu a pena. De acordo com ele, o parque é uma experiência divertida. “Eu gostei muito! Sou fã da Turma da Mônica e tô muito feliz que minha mãe deixou eu brincar aqui. Todos os brinquedos são muito bons, brinquei com tudo”, falou Bento, animado, enquanto já observava a próxima atração.

Bento e Luani passaram na estação antes de viajar (Foto: Wendel de Novais/CORREIO)

Quem também se encantou foi Michelle, 39, que levou as filhas Thays, 4, e Luana, 2. “Adorei. Ter um espaço como esse só agrega para nós mamães, pois é uma opção de entretenimento bacana”. Já a pequena Thays foi mais direta na hora de dizer se curtiu. “Sim, eu gostei. Meu preferido foi o tobogã”, deu o recado.

Daniel Lyra, 9, não falou sobre preferidos, mas experimentou toda a estação na companhia do seu pai, o professor Renato Lyra, 42. “Eu tô gostando muito, é bom e tem várias atrações divertidas. Eu gosto da Turma da Mônica desde que eu era pequeno e brincar num parque deles é incrível”, comemorou.

Daniel e Renato se divertiram em parceria (Foto: Wendel de Novais/CORREIO)

Já Renato destacou o fato de que ele pôde, além de acompanhar o pimpolho, fazer parte da brincadeira. “É muito interessante conseguir brincar com eles juntos, participando da experiência. Muito bom mesmo”, avaliou. 

Para pais e filhos

Ana Carolina Sena, sócia da Estação da Turma da Mônica no Shopping Paralela, revela que o lugar foi projetado justamente para os pais participarem da brincadeira. “A ideia é trazer um momento familiar para estação, seja brincando, comendo ou comprando os nossos produtos”, explicou.

Na estação, a cafeteria e a loja funcionam das 9h até às 22h. Já o parque abre de terça a sexta, das 13h às 21h, enquanto no sábado e no domingo funciona dentro do mesmo horário do shopping.

Ainda segundo Ana Carolina, o local também poderá receber festas em seu mezanino e é acessível para quem tem mobilidade reduzida. “Além das atrações, temos dois salões de festas com capacidade para 40 pessoas cada. Sendo que podem se transformar em um para 80 pessoas. Importante lembrar que é tudo acessível, tem elevador justamente para dar esse suporte”, concluiu.

Quanto custa?

  • 1 hora: R$ 79 para a criança
  • 2 horas: R$ 99 para a criança
  • 3 horas: R$ 119 para a criança
  • Cada acompanhante paga 50% do valor fixado para as crianças.

*Com orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas