Bolsonaro é aconselhado a deixar país para Lira sancionar Orçamento, diz jornal

brasil
12.04.2021, 17:16:24
Atualizado: 12.04.2021, 17:39:49
(Marcos Corrêa/PR)

Bolsonaro é aconselhado a deixar país para Lira sancionar Orçamento, diz jornal

Para que manobra política seja viável, também seria necessário que o vice-presidente Hamilton Mourão também saísse em viagem internacional

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está sendo aconselhado por interlocutores a viajar para fora do país, deixando nas mãos do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), a missão de sancionar o Orçamento de 2021.

As informações são do Estadão. A proposta foi feita a Bolsonaro em reunião do presidente realizada neste fim de semana. O Orçamento está parado por conta de impasses em relação às despesas obrigatórias, que foram subestimadas para acomodar o aumento de emendas parlamentares.

A manobra, tida como "maquiagem" por especialistas de dentro e fora do governo, preocupa o ministro da Economia, Paulo Guedes, já que pode acabar resultando em cometimento de crime de responsabilidade, o que viabilizaria um possível impeachment seguido de inelegibilidade do presidente, em caso de reprovação das contas públicas.

Lira afirmou a interlocutores não ter sido informado sobre nenhuma eventual viagem de Bolsonaro, e também ressaltou que isso poderia ficar caracterizado como "falta de coragem" do presidente. Para uma possível posse de Lira como presidente da República, seria necessário que o vice-presidente Hamilton Mourão também deixasse o país.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas