Brasil ultrapassa 101 mil casos de coronavírus, com 7.025 mortes

coronavírus
03.05.2020, 18:05:00
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

Brasil ultrapassa 101 mil casos de coronavírus, com 7.025 mortes

País registrou 4.588 novos diagnósticos e 275 óbitos nas últimas 24 horas

O Brasil já tem mais de 100 mil casos confirmados do novo coronavírus. Neste domingo (3), o Ministério da Saúde divulgou que o país registrou 101.147 diagnósticos da covid-19. No balanço de sábado (2), eram 96.559 infectados, um aumento de 4.588 novas contaminações notificadas nas últimas 24 horas - o que representa 4,75%.

O levantamento também anunciou que já são 7.025 mortes em decorrência da doença no Brasil. Na véspera, existiam 6.750, crescimento de 275 vítimas fatais (4%) entre os dois dias. A taxa de letalidade está em 6,9%.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, 51.131 pacientes estão em acompanhamento e 42.991 pessoas já se recuperaram - um valor que representa 42,5% dos infectados. Há ainda 1.364 óbitos sendo investigados.

Entre os estados, São Paulo continua no topo da lista com os maiores números de casos confirmados, 31.772, e de fatalitades, com 2.627. No Rio de Janeiro, há 11.139 pessoas contaminadas com o coronavírus, com 1.019 mortes.

O mapa de óbitos por covid-19 no país tem: Acre (24); Alagoas (64); Amapá (43); Amazonas (548); Bahia (123); Ceará (663); Distrito Federal (33); Espírito Santo (114); Goiás (30); Maranhão (237); Mato Grosso (12); Mato Grosso do Sul (10); Minas Gerais (89); Pará (309); Paraná (93); Paraíba (76); Pernambuco (652); Piauí (28); Rio Grande do Norte (61); Rio Grande do Sul (65); Rio de Janeiro (1.019); Rondônia (24); Roraima (11); Santa Catarina (52); São Paulo (2.627); Sergipe (14); Tocantins (4).

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas