Butantan pede à Anvisa para aplicar Coronavac em crianças e adolescentes

coronavírus
30.07.2021, 22:30:00
Atualizado: 30.07.2021, 22:35:33
(Divulgação/Sesab)

Butantan pede à Anvisa para aplicar Coronavac em crianças e adolescentes

Atualmente no Brasil, a única vacina para covid aprovada para menores de 18 anos é da Pfizer, que tem indicação para uso a partir de 12 anos de idade

O Butantan solicitou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorização para ampliar a faixa etária de indicação da vacina Coronavac. Segundo a agência reguladora, o Butantan quer incluir o público de crianças e adolescentes entre 3 e 17 anos na bula da vacina contra a covid-19.

O imunizante está autorizado para uso emergencial no Brasil para pessoas com mais de 18 anos desde o dia 17 de janeiro. "A solicitação de ampliação de uso da vacina, ou seja, a inclusão de uma nova faixa etária, deve ser feita pelo laboratório responsável pela vacina. Para incluir novos públicos na bula, o laboratório precisa conduzir estudos que demonstrem a relação de segurança e eficácia para determinada faixa etária. Esses estudos podem ser conduzidos no Brasil ou em outros países", esclarece a Anvisa em nota, acrescentando que, no caso da Coronavac, os estudos foram conduzidos fora do Brasil.

A única vacina para covid aprovada para menores de 18 anos no Brasil é da Pfizer, que tem indicação para uso a partir de 12 anos de idade. Segundo a Anvisa, o laboratório Janssen já recebeu autorização para realizar estudos da aplicação de sua vacina com menores de 18 anos e os estudos estão sendo conduzidos pelo laboratório.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas