Caça Gripen da FAB, adquirido da Suécia, faz primeiro voo no Brasil; assista

brasil
24.09.2020, 18:53:05
Atualizado: 24.09.2020, 19:43:54
(Foto: Sgt. Bianca/FAB)

Caça Gripen da FAB, adquirido da Suécia, faz primeiro voo no Brasil; assista

Aeronave da FAB saiu do aeroporto de Navegantes (SC) para Gavião Peixoto (SP)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O primeiro caça Gripen E (monoposto) brasileiro, batizado F-39E Gripen pela Força Aérea Brasileira (FAB), realizou hoje (24) seu primeiro voo no país, decolando do Aeroporto Internacional de Navegantes, em Santa Catarina, para a fábrica da Embraer em Gavião Peixoto (SP). A aeronave será apresentada oficialmente no Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, comemorado em 23 de outubro, data que marca a realização do primeiro voo do brasileiro Alberto Santos-Dumont com o 14-Bis, no Campo de Bagatelle, em Paris, em 1906. Santos-Dumont é considerado o Pai da Aviação. 

No evento para o primeiro voo, o presidente da empresa sueca Saab, fabricante do avião, Micael Johansson, destacou que a chegada do Gripen no Brasil e o seu primeiro voo são marcos importantes no Programa Gripen. “Estamos orgulhosos dessa jornada ao lado de profissionais tão qualificados e comprometidos dos dois países. Nós estamos seguindo o cronograma de entrega dos caças e mantemos o nosso compromisso de longo prazo com o Brasil", externou Johansson.

Já o presidente da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider, afirmou que a Embraer vai desempenhar papel de liderança na execução do Programa Gripen no Brasil, respondendo pelo trabalho de desenvolvimento de sistemas, integração, testes de voo, montagem final e entrega das aeronaves, em apoio à operação da Força Aérea Brasileira. “Como parte da transferência de tecnologia, o Programa Gripen será uma grande oportunidade para aumentar nosso conhecimento no desenvolvimento e manufatura de uma aeronave avançada de combate", apontou Schneider, à imprensa.

A importância do compartilhamento de experiências por meio da cooperação entre Brasil e Suécia foi salientada também pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. "O Gripen aumenta a capacidade operacional da Força Aérea Brasileira e impulsiona uma parceria que fomenta a pesquisa e o desenvolvimento industrial dos dois países", declarou, durante o evento.

Caça Gripen da FAB, adquirido da Suécia, faz primeiro voo no Brasil; assista

Foto: Sgt. Bianca/FAB

O comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, avalia que a chegada da primeira unidade da aeronave F-39 Gripen constitui um marco para o projeto. Ressaltou que “o F-39 Gripen, novo caça multimissão da Força Aérea Brasileira, será a espinha dorsal da aviação de caça e veio para reafirmar o compromisso da FAB em manter a soberania do país, defendendo os 22 milhões de quilômetros quadrados sob sua responsabilidade".

Clique aqui e leia reportagem completa na Agência Brasil.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas