Camaçari registra primeiro caso de coronavírus e Bahia chega a 34 infectados

bahia
20.03.2020, 17:57:40
Atualizado: 21.03.2020, 01:03:01
(Fernando Frazão/Agência Brasil)

Camaçari registra primeiro caso de coronavírus e Bahia chega a 34 infectados

Mulher de 32 anos testou positivo e está em isolamento domiciliar

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, registrou o seu primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus. A paciente que testou positivo é uma jovem de 22 anos, que está em isolamento domiciliar.

A informação foi divulgada na tarde desta sexta-feira (20), em boletim da Secretaria da Saúde da Bahia. Agora, já são 34 casos no estado: 18 em Salvador; 6 em Feira de Santana; 4 em Porto Seguro; 3 em Lauro de Freitas; 1 em Prado; 1 em Itabuna; e 1 em Camaçari.

De janeiro até as 17h desta sexta-feira (20), a Bahia registrou 1.311 casos notificados com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus. Destes, 34 foram confirmados, 533 foram descartados e 744 aguardam análise laboratorial. 

É importante pontuar que o paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades da atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital. graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar. Outras informações podem ser obtidas no link: www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA). Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas