Cantor Paulynho Paixão morre após sofrer dois acidentes em menos de 3 horas

brasil
03.04.2020, 09:28:19
Atualizado: 03.04.2020, 10:03:28
(Foto: Divulgação)

Cantor Paulynho Paixão morre após sofrer dois acidentes em menos de 3 horas

Após sair ileso de batida de carro, artista subiu em uma moto, mas acabou caindo e não resistiu aos ferimentos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Morreu na madrugada desta sexta-feira (03), aos 43 anos, o cantor piauiense Francisco de Paula Moura, o Paulynho Paixão. O artista foi vítima de um acidente de moto em uma rodovia no Piauí próxima a cidade de São Miguel da Baixa Grande, 159 km de Teresina.

Cerca de três horas antes do acidente fatal, segundo o G1, Paulynho se envolveu em uma batida de carro. Saindo ileso, ele resolveu retornar ao local, de moto, mas acabou caindo.

De acordo com o irmão de Paulynho Paixão, Francisco da Cruz Moura, o cantor sofreu o acidente de carro por volta das 22h na BR-316, próximo à cidade de Passagem Franca do Piauí. Ele não teve ferimentos e foi para a casa da família, em São Miguel da Baixa Grande, de onde foi encaminhado ao hospital.

Horas depois, os irmãos de Paulynho Paixão foram ao local para tentar buscar o carro em que ele havia se acidentado. Contudo, retornando à cidade, encontraram o cantor caído no chão, próximo ao Riacho Dantas, na PI-225.

Ele chegou a ser encaminhado ao hospital de Valença, mas morreu por volta de 3h da manhã. O velório acontecerá em São Miguel da Baixa Grande, cidade natal do cantor.

O piauiense ficou conhecido principalmente no Norte e Nordeste como "Rei do Coladinho" e compôs músicas que são interpretadas por cantores como Simone e Simária, Luan Santana, Gustavo Lima, Leo Magalhães, Xand Avião e Wesley Safadão. O cantor chegou a compor mais de 2 mil músicas ao longo de mais de 15 anos de carreira.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas