Capes adia cadastro para novo modelo de concessão de bolsas de estudo

educação
09.03.2020, 12:30:59
Atualizado: 09.03.2020, 12:33:05
(Tânia Rego/Agência Brasil)

Capes adia cadastro para novo modelo de concessão de bolsas de estudo

Autarquia afirma que prazo será aberto nas próximas semanas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) adiou o início do cadastro de instituições de ensino superior para o novo modelo de concessão de bolsas de mestrado e doutorado. Em nota, a autarquia afirma que o prazo será aberto nas “próximas semanas”. Inicialmente, o cadastro teria início na última sexta-feira (6).

De acordo com a Capes, as regras para concessão de bolsas de mestrado e doutorado “terão uma maior contribuição da comunidade acadêmica” e, por isso, a autarquia decidiu adiar o cadastro. 

O novo modelo de distribuição de bolsas de estudo foi anunciado no final do mês passado. Esta é a primeira vez que a Capes estabelece regras unificadas para a concessão do benefício. 

Para saber quantas bolsas cada curso terá direito, serão levados em consideração no cálculo a nota obtida pelo curso em avaliações conduzidas pela Capes, o número de estudantes concluintes ou titulados por curso e o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) da região onde o curso é oferecido. 

Os estudantes que já têm bolsas de estudo não serão atingidos. As regras valem para as vagas que estão desocupadas ou cuja previsão de conclusão de pesquisa seja este ano. Atualmente, os bolsistas de mestrado recebem, por mês, R$ 1,5 mil e os de doutorado, R$ 2,2 mil.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas