Casal de repórteres da Globo denuncia homofobia em hotel na Bahia

em alta
08.12.2019, 19:13:00
(Reprodução)

Casal de repórteres da Globo denuncia homofobia em hotel na Bahia

Local se recusou a mudar reserva para cama de casal, diz jornalista

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os repórteres Erick Rianelli e Pedro Figureiredo, da TV Globo, denunciaram ato de homofobia em um hotel de Praia do Forte, na Bahia. Os dois são casados desde 2018.

Eles relataram que fizeram uma reserva no Iberostar para um quarto com cama de casal, mas receberam um com duas camas de solteiro. 

Os dois solicitaram a troca, mas o hotel recusou. A troca só foi feita depois que os hóspedes ameaçaram chamar a polícia, segundo a denúncia. 

Pedro Figueiredo foi ao Twitter falando da "homofobia de cada dia" ao citar o hotel. "A homofobia de cada no dia aconteceu também no @IBEROSTAR Praia do Forte. Reservamos um quarto de casal e nos deram um com duas camas de solteiro. Só aceitaram trocar nosso quarto depois que ameaçamos chamar a polícia", escreveu.

Erick usou a mesma rede social para reforçar a denúncia. "Você sai de férias pra e relaxar mas é de homofobia logo depois do check in. Foi no @IBEROSTAR Praia do Forte. Reservamos um quarto de casal e nos deram um com duas camas de solteiro. Só aceitaram trocar nosso quarto depois que ameaçamos chamar a polícia".

O CORREIO busca contato com o Iberostar e vai atualizar essa notícia com o posicionalmento do hotel.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas