Casos de coronavírus no mundo chegam a 1 milhão

coronavírus
02.04.2020, 17:00:11
(Agência Brasil)

Casos de coronavírus no mundo chegam a 1 milhão

EUA são o país com maior número de casos, enquanto a Itália tem a maior concentração de mortes pela covid-19

As previsões da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o número de casos de coronavírus no mundo acabam de ser confirmadas. Nesta quinta-feira (2), segundo o monitoramento em tempo real da universidade norte-americana Johns Hopkins, mais de 1 milhão de pessoas já foram infectadas pela doença.

Até às 16h49 desta quinta, eram 1.002.159 casos confirmados.Os países com mais casos da covid-19 são os Estados Unidos, a Itália e a Espanha. Nos EUA são mais 236.339 mil infectados. Recentemente o país foi considerado o novo epicentro da epidemia.

A doença também já deixou cerca de 51 mil mortos no mundo, principalmente na Europa. Na Itália, país com o maior número de óbitos, são quase 14 mil vítimas. Por lá, a taxa de letalidade da doença está em torno de 10%, superando a média de 3% encontrada em outros países.

Acesse aqui todas as notícias sobre o novo coronavírus

Nesta semana, o número de novos casos da covid-19 tem crescido a um ritmo de mais de 60 mil por dia. O novo coronavírus já atingiu moradores de 203 países e os casos confirmados têm crescido de forma exponencial.

Desde o início da pandemia na China, no fim de dezembro, menos de dois meses foram necessários para o mundo bater a marca de 100 mil casos confirmados – número atingido no dia 6 de março. Esse total dobrou em 12 dias (200 mil casos em 18 de março) e agora está crescendo mais cinco vezes em apenas 15 dias.

Segundo a Johns Hopkins, mais de 200 mil pessoas foram curadas no mundo todo. A maioria das curas aconteceu na China. Espanha, Alemanha, Itália e Irã são os outros países com o maior número de curas, respectivamente.

Brasil
O número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no país subiu de 6.836 para 7.910 entre quarta (1º) e quinta (2), conforme atualização do Ministério da Saúde. O número de mortes passou de 240 para 299. O índice de letalidade subiu de 3,5% para 3,8%.

As mortes ocorreram em São Paulo (188), Rio de Janeiro (41), Ceará (20), Pernambuco (9), Piauí (4), Rio Grande do Sul (5), Paraná (4), Amazonas (3), Distrito Federal (4), Minas Gerais (4), Bahia (3), Santa Catarina (2), Rio Grande do Norte (2), Sergipe (2), Alagoas (1), Maranhão (1), Mato Grosso do Sul (1), Pará (1), Espírito Santo (1), Goiás (1), Paraíba (1) e Rondônia (1).  

Os novos casos totalizaram 1.076. O resultado significou um aumento de 16% em relação ao total registrado antes. Mas se considerado apenas os novos casos, o desempenho foi menor do que nos dois dias anteriores, quando os números foram, respectivamente, de 1.119 (em 1º de abril) e 1.138 (em 31 de março).

Nas últimas 24 horas, foram 58 novas mortes. O resultado é o maior série histórica. Nos três dias desta semana, os números de novas mortes totalizaram 23, 42 e 40. No tocante ao perfil das vítimas, 58% eram homens e 42%, mulheres. No recorte por idade, 89% das vítimas tinham acima de 60 anos.

Bahia
A Bahia tem 267 casos confirmados do novo coronavírus (covid-19). As informações são da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), que divulgou novo boletim às 13h11 desta quinta-feira (2).

Até às 17h desta quarta-feira (1º), o estado tinha 246 infectados por coronavírus. Com isso, foram 21 novos casos de coronavírus em 20 horas.

Até o momento, 1.763 casos foram descartados e houve três óbitos, todos de pessoas residentes em Salvador que apresentavam outras doenças associadas. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 12 horas desta quinta-feira (2). Ao todo, 43 pessoas estão curadas e 33 encontram-se internadas.

Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

De acordo com a Sesab, os dados detalhados por município serão divulgados, a partir das 17h, no próximo boletim.

Terceira morte
Mais cedo, o estado teve sua terceira morte pelo coronavírus confirmada. A vítima é um idoso de 88 anos que estava internado no Hospital da Bahia, em Salvador. Segundo informações da unidade de saúde, o paciente estava internado em unidade de terapia intensiva desde o dia 23 de março. 

Ainda segundo o hospital, ele era diabético e cardiopata, com uso de marca-passo além de ter sido fumante por 40 anos.

Além do idoso, outros dois pacientes já morreram por conta do coronavírus no estado. Um homem de 74 anos, também internado no Hospital da Bahia e um paciente de 64 anos que estava em tratamento no Hospital Aliança. As mortes aconteceram no ínico desta semana.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas