Casting do Afro Fashion Day tem casal, irmãos, mãe e filha e muito afeto

entretenimento
26.10.2020, 06:00:00
Atualizado: 26.10.2020, 11:31:19
Moradores de Pernambués, irmãos Israel e Noemi Queirós foram descobertos neste ano e desfilam no Afro pela primeira vez (Foto: Iuri Marc)

Casting do Afro Fashion Day tem casal, irmãos, mãe e filha e muito afeto

Gravações e sessão de fotos para o Fashion Film começam nesta segunda (26)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Muita história bacana vai cruzar a passarela do Afro Fashion Day 2020 juntamente com os 30 figurinos  exclusivos.  No    casting de 30 modelos - 24 de agências e seis escolhidos após seletiva no Tik Tok - chama a atenção a quantidade de familiares que vai desfilar junto: marido e mulher, filha que incentivou a mãe a virar modelo e dupla de irmãos que está começando a carreira na moda.

Modelo desde os 13 anos,  Malu Andrade, 15, contou com o apoio da mãe, Fernanda Andrade, 38, para  trilhar  seu sonho. Moradora do bairro de São Gonçalo do Cabula, Malu já é experiente na área e vai para o seu segundo desfile no AFD. No ano passado, ela já estava lá sob os olhos atentos da mãe - que sonhava em seguir a carreira,  mas não teve oportunidades, nem apoio familiar.

O jogo começou a virar na vida de Fernanda quando Malu estava posando para um editorial fotografado por Mário Testino: Mário a elogiou, falou que tinha postura e jeito para modelo e até fez algumas fotos de Fernanda, que acha “curiosa” a experiência de ser ensinada por alguém que já aprendeu tanto com ela: andar, falar, se vestir, ler, escrever...

“Estou sempre dando dicas pra minha mãe, sei que ela não pôde seguir com a carreira quando era mais nova, então eu aproveito pra retribuir tudo que ela tem feito por mim. É muito bonito ver a empolgação dela a cada ensaio”, disse Malu.

Diretor da 40 Graus, agência que cuida da carreira da dupla, Sérgio Mattos diz que esse caso é bem incomum. O mais natural é acontecer o inverso e a mãe passar o gosto pela profissão para a filha. De toda forma, ele garante que ambas têm talento para fazer sucesso no exterior. Malu, por exemplo, está cotada para sair do país e trabalhar com agências internacionais no próximo ano. Fernanda fará seu primeiro desfile no fashion film do Afro Fashion Day, no dia 20 de novembro

Aos 15 anos, Malu é quem orienta a mãe na carreira de modelo. Dupla vai desfilar junta no AFD (Foto: Cleitson Cunha)


Os irmãos Israel e Naomi Queirós têm uma história parecida. Eles foram descobertos pelo scouter Vivaldo Marques este ano e desde março estão trabalhando com moda. Antes disso, a dupla gostava mesmo era de jogar basquete no bairro de Pernambués, onde moram.

Aos 15 anos, Noemi tem a companhia de seu irmão mais velho para quase tudo e diz que saber que ele a acompanhará nos ensaios e gravações do Afro Fashion Day  a tranquiliza. “É legal que ele esteja lá, né? Pelo menos é alguém conhecido pra gente fazer o trabalho com mais tranquilidade. Mas confesso que estou ansiosa”, contou.

Torcedor do Miami Heat, atual vice-campeão da NBA, Israel diz que o basquete ficou um pouco de lado na vida da dupla e que o negócio agora é moda. Inclusive, está ansioso para saber quais serão os looks preparados para ele pelo curador do Afro Fashion Day, Fagner Bispo. Vale lembrar que neste ano o tema do Afro é o nosso dendê.

Irmãos, Israel e Noemi têm menos de 10 meses trabalhando como modelos (Foto: Edgar Azevedo)

Mais do que uma oportunidade única de trabalho e vitrine para modelos da terra, o Afro Fashion Day é encarado por quem passa por ele como um exercício de afeto.

Figura conhecida na cena baiana e rainha do Muzenza, Josy Brasil vai desfilar ao lado de seu marido, Leandro Santos. Léo, como é conhecido, é modelo profissional e estará no Afro representando a agência Xtreme Model.

A dupla está junta há cerca de 3 anos e afirma que o Afro é muito importante para a afirmação da negritude. Segundo Josy, amar alguém da mesma raça é confortável e prazeroso mesmo com todas as diferenças que são comuns a cada pessoa.

Estreante na passarela do Afro, Léo destaca a visibilidade que o  AFD traz para “pessoas pouco vistas e o afeto dessas pessoas pretas entre si”. “ Minha relação com Josy veio de um amor de crescimento total, nos conhecemos quando ela já tinha 6 meses na condição de pessoa com deficiência, mas esse não foi motivo para nos afastarmos. Ao contrário estamos ainda mais unidos”, disse Léo.  

"Englobar a família em um contexto tão difícil como o que estamos vivendo agora é muito importante. Desfilar ao lado do meu companheiro na passarela negra mais famosa do Brasil é uma oportunidade única, inclusive de estar compartilhando um pouco da nossa felicidade dentro desse projeto",  completou  Josy.

Josy e Léo estão juntos há três anos e têm um filhinho, Enzo, de um ano e dois meses (Foto: Elmo Gomes)

Começou

Mãos à obra e dendê no sangue: esta segunda (26) marca o dia de começar as atividades do Afro Fashion Day, que seguem até sexta (30). Os 30 modelos foram divididos em grupos de 6 pessoas para evitar aglomerações. Eles vão posar para fotos e vídeos em um estúdio montado na Rede Bahia e, num outro período, vão fazer gravações e fotos no Parque de São Bartolomeu, em Plataforma.

Cinco locações estarão presentes no produto final do Afro Fashion Day.  Curador e produtor de moda do AFD, Fagner Bispo diz que a escolha do dendê como tema e conceito quis dialogar com a Bahia e com a capital Salvador. E mesmo que o dendê possa soar como um tema clichê, as locações não-convencionais querem mostrar a cidade e seus modelos. Um total de 37 marcas vão vestir os modelos do Afro com roupas e acessórios. Cada modelo vai desfilar com três looks.


O Afro Fashion Day é um projeto do Jornal CORREIO com o patrocínio do Hapvida e a parceria do Sebrae.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas