Centro de Convenções Salvador segue com atividades suspensas

coronavírus
15.09.2020, 18:19:59
Atualizado: 15.09.2020, 19:54:53
(Fábio Marconi/Divulgação)

Centro de Convenções Salvador segue com atividades suspensas

Previsão de reabertura é para o final de setembro; somente o Big Drive-in está em funcionamento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Centro de Convenções Salvador (CCS), administrado pela GL Events, informou nesta terça-feira (15) que suas atividades continuam temporariamente suspensas. Apenas o Big Drive-in está em operação, na área externa do CCS, enquanto os pavilhões seguem fechados e sem acesso do público. A previsão de retomada de parte das atividades é para o final de setembro, mas ainda sem data definida.

O programação do CCS foi interrompida pouco tempo após a inauguração do equipamento, que aconteceu em janeiro de 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus, que teve início em março na capital baiana.

"Para o setor de eventos, a primeira etapa da liberação de pequenos eventos é um sinal positivo, mas ainda distante do que é possível realizar com segurança e do que o mercado precisa para se reerguer e gerar riquezas para a cidade", diz a nota da GL Events.

A Prefeitura de Salvador informou nesta segunda-feira (14) que o CCS já tem oito eventos agendados até dezembro. O cronograma inclui eventos sociais, congressos e palestras previstas para acontecer a partir deste mês.

No dia 27 de setembro, está programada para acontecer no CCS o evento Abav Collabe. Em outubro, no dia 15, acontece a entrega do prêmio Top of Mind. A programação segue com mais seis eventos nos meses de novembro e dezembro.    

Até esta nova etapa da fase três da retomada das atividades na cidade, apenas o drive-in do CCS operava com a exibição de filmes e realização de shows, também seguindo protocolo próprio definido pelo município e fiscalizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur).  Além disso, o equipamento, administrado pela GL Events, ajudou a Prefeitura em ações importantes, a exemplo da campanha de vacinação contra a gripe e como base para doação de alimentos e distribuição de cestas básicas.

No comunicado desta terça-feira, o Centro de Convenções Salvador onforma que está preparado para receber feiras, congressos e eventos de entretenimento dimensionados e organizados para o atual momento com "os mais rígidos protocolos para garantir a segurança de colaboradores e visitantes"

O acesso aos pavilhões internos e à área externa do CCS é controlado, sua estrutura é modulável e permite a criação de corredores e divisores de fluxo de público. Além disso, o prédio tem diversas entradas independentes, o que dá flexibilidade à operação.

“O setor de eventos não oferece risco, pois segue os mais rígidos protocolos e tem o controle de cada passo do visitante dentro de seus espaços. É tão seguro quanto outros mercados que já foram liberados para retomar as atividades”, destaca Ludovic Moullin, diretor do CCS. 

Ainda de acordo com o comunicado, o CCS voltará a funcionar cumprindo um rígido protocolo de segurança para preservar o bem-estar de seus visitantes, colaboradores e promotores de eventos na realização de congressos, feiras, convenções e outras produções: "Os protocolos seguem as determinações dos órgãos competentes e diretrizes nacionais do setor, além da experiência da GL Events, que administra mais de 50 equipamentos em todo o mundo".

Vale lembrar que o protocolo setorial para centros de convenções e eventos não permite a realização de shows e feiras, por exemplo, pois geram aglomerações. Congressos, seminários, palestras e conferências estão liberados. Além disso, esses espaços devem respeitar e garantir o uso obrigatório de máscaras para todos, além das medidas de higiene, a exemplo da disponibilização de álcool em gel a 70%.

A capacidade de ocupação é de uma pessoa a cada seis metros quadrados, com limite de 100 pessoas por salão, sempre respeitando o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os cidadãos. A medição de temperatura deve ocorrer na entrada. 

O credenciamento de expositores, palestrantes e todos os demais participantes das convenções e eventos deve se dar de forma prévia e virtual. Para a segurança dos empregados, durante a montagem e desmontagem das estruturas dos eventos devem ser garantidos o afastamento mínimo e o uso de máscaras e EPIs.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas