Chega aos cinemas novo filme do baiano Edgard Navarro

entretenimento
01.08.2019, 14:30:00
(Divulgação)

Chega aos cinemas novo filme do baiano Edgard Navarro

Abaixo a Gravidade é o terceiro longa do baiano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O baiano Edgard Navarro foi revelado nos anos 1970, dirigindo curtas-metragens como Lin e Katazan. Mas foi seu primeiro média-metragem, Superoutro (1989), que lhe deu projeção nacional. Com a crise do cinema brasileiro nos anos 1990, o veterano só teria chance de estrear em longas em 2005, com Eu Me Lembro. Em 2012 foi a vez de O Homem que Não Dormia. Agora, chega aos cinema o terceiro longa de Navarro, Abaixo a Gravidade.

O filme conta a história de Bené (Everaldo Pontes), um velho curandeiro que vive na Chapada Diamantina e lá conhece Letícia (Rita Carelli), uma jovem grávida por quem se apaixona. Quando ela parte para Salvador, ele decide ir junto e, na capital, Bené acaba se dividindo entre Letícia e a irmã dela, Malu, também interpretada por Carelli.

Em Salvador, Bené vai conhecer pessoas como Maisselfe (Bertrand Duarte), um homem de classe-média em crise, e o sonhador Mierre (Fabio Vidal). Enquanto isso, um asteroide chamado Laetitia se aproxima da Terra e poderá provocar a perda momentânea de gravidade.

“O filme É um pedido de socorro e, ao mesmo tempo, um canto de vitória, é uma coisa da minha alma. Sempre achei o mundo pesado demais. É uma coisa muito pessoal, muito subjetiva. Sempre achei o mundo contra as coisas mais naturais do ser humano, a liberdade, o desejo de gozar, no sentido mais pleno da palavra, ser feliz”, diz Navarro.

O longa homenageia quatro artistas: os cineastas Andrea Tonacci (1944-2016), Luiz Paulino dos Santos (1932-2017) e Carlos Reichenbach (1945- 2012), além de Ramon Vane, ator de Abaixo a Gravidade, que morreu em 2017.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas