China alerta para surgimento de nova pneumonia mais mortal que covid-19

coronavírus
10.07.2020, 08:05:15
Atualizado: 10.07.2020, 10:37:33
(Foto: Shutterstock)

China alerta para surgimento de nova pneumonia mais mortal que covid-19

Doença teria matado mais de 600 pessoas em junho no Cazaquistão; governo cazaque nega existência do surto

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A embaixada da China no Cazaquistão emitiu um alerta sobre o surto de uma nova pneumonia no país asiático que seria mais mortal que a covid-19. A suposta nova doença já teria sido responsável por matar 1.772 pessoas em 2020, sendo 628 apenas em junho.

"A taxa de mortalidade da doença é muito maior do que a da pneumonia causada pelo novo coronavírus", afirmou o comunicado da embaixada. As cidades de Atyrau, Aktobe e Shymkent são as mais afetadas.

De acordo com um relatório divulgado na terça-feira pela Kazinform, a agência de notícias estatal do Cazaquistão, o número de casos de pneumonia "aumentou 2,2 vezes em junho, em comparação com o mesmo período de 2019".

Governo cazaque nega
Após o alerta emitido pelo embaixador, as autoridades do Cazaquistão negaram que se trata de um surto de uma nova pneumonia.

"O Departamento de Saúde do Cazaquistão e outras agências estão realizando pesquisas comparativas e não definiram a natureza do vírus da pneumonia. Em resposta a esses relatórios, o Ministério da Saúde da República do Cazaquistão declara oficialmente que essa informação não corresponde à realidade", dizia o comunicado.

Ele acrescentou que a classificação de pneumonia "não especificada" seguiu as diretrizes da Organização Mundial de Saúde "para o registro de pneumonia quando a infecção por coronavírus é diagnosticada clínica ou epidemiologicamente, mas não é confirmada por testes laboratoriais".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas