Chorando, Carleto agradece ao Vitória pelo 'prazer de jogar'

e.c. vitória
19.11.2019, 23:47:00
Atualizado: 21.11.2019, 10:36:36
Thiago Carleto em lance contra o Operário ( José Tramontin/OFEC)

Chorando, Carleto agradece ao Vitória pelo 'prazer de jogar'

Lateral carimbou permanência do Leão na Série B com gol de falta aos 50 minutos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Vitória tem muito a agradecer a Thiago Carleto. O lateral disputou apenas 10 partidas desde que chegou ao clube, no dia 1º de outubro, mas jogou muito. Em pouco tempo, se tornou líder e ajudou a equipe a se guiar na fuga do rebaixamento à Série C.

Com Carleto em campo, o Vitória perdeu um único jogo, contra o Londrina, pela 30ª rodada da Série B. Além disso, foram quatro empates e cinco triunfos. Um deles nesta terça-feira (19), garantido pelo potente pé esquerdo do lateral. Foi dele o gol que deu os três pontos ao rubro-negro contra o Operário, em Ponta Grossa, no interior do Paraná. E saiu à moda da casa: uma bomba de falta selando o resultado de 2x1 em jogo válido pela penúltima rodada da competição. 

O jogador não escondeu a emoção após o apito final. Carleto chegou ao Vitória após rescindir contrato com o Ceará, que disputa a primeira divisão. No time cearense, disputou apenas 12 partidas e já não se sentia bem. "Eu estava em um clube onde eu talvez tenha perdido amor de jogar futebol. Muita gente me perguntou o motivo de eu vir para o Vitória. A resposta está aqui hoje", declarou com olhos marejados.

Thiago Carleto aproveitou para comemorar o objetivo cumprido, que era evitar o rebaixamento à terceira divisão. A vitória contra o Operário levou o Leão aos 45 pontos e anulou qualquer risco de queda porque o Londrina, 17º colocado, tem 36, com apenas dois jogos a disputar, e só pode chegar a 42.

Agora, o lateral projeta as férias. O Vitória ainda tem um jogo para disputar, dia 30, contra o Coritiba, mas Carleto alegou que "Geninho deve dar rodagem para quem precisa", indicando que o treinador cogita liberar uma parte do elenco do último compromisso do ano.

Com contrato até o final de dezembro, ele já manifestou o desejo de renovar para a próxima temporada. 

"Agradecer ao Vitória por deixar o Carleto ter prazer de jogar futebol", resumiu o lateral.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas