Ciro Gomes diz que torce para que Lula seja declarado inocente

brasil
21.01.2018, 17:20:48
Atualizado: 21.01.2018, 17:27:44
(Foto: Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)

Ciro Gomes diz que torce para que Lula seja declarado inocente

O julgamento de Lula em segunda instância acontece na quarta-feira (24)

Pré-candidato à presidência da República, o ex-ministro Ciro Gomes afirmou, neste domingo (21), que torce para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja declarado inocente contra a sentença que o condenou na primeira instância. Nesta quarta-feira (24), a apelação de Lula será julgada em segunda instância no 4º Tribunal Regional Federal (TRF-4), em Porto Alegre. O ex-presidente foi condenado a nove anos e meio de prisão pelo juiz federal Sérgio Moro, devido ao caso do triplex de Guarujá. As acusações eram de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. 

Ciro, que é filiado ao PDT, usou sua página no Facebook para declarar que não “vislumbra” culpa no ex-presidente Lula. Ele afirmou que o Judiciário brasileiro tem “graves defeitos”, mas diz que não acredita que este poder faça parte de uma conspiração política. 

“É definitivamente constrangedor e inexplicável que nenhum quadro relevante do PSDB esteja preso apesar de fartas e robustas evidências de seu orgânico e ancestral envolvimento em corrupção. Mas não é irrelevante que estejam presos quadros centrais do PMDB como Eduardo Cunha, Gedel Vieira Lima ou Henrique Alves. E que o próprio presidente Michel Temer tenha sido chamado pela Justiça a responder por seus atos de corrupção, embora impedida, a mesma justiça, de prosseguir na apuração, pelo poder político subornado”, escreveu, na rede social.

Embora aponte que a Justiça brasileira tem “graves problemas”, o ex-ministro defende que o Judiciário merece o respeito institucional da nação; sem isso, ele acredita que existirá baderna, anarquia e violência. 

“Que o Tribunal Regional de Porto Alegre compreenda a transcendência de sua decisão! Que, independentemente de pressões legítimas ou espúrias, afirme a JUSTIÇA! Que tenha a força moral de afirmar a inocência de Lula no processo em questão, se como eu, não vislumbrar clara sua culpa. Que dê evidências incontestáveis de sua culpa, caso assim entenda, de maneira que a qualquer do povo não reste duvidas e, assim, possa a Nação afirmar como o injustiçado alemão: há juizes em Berlim. E, apesar de tudo, também no nosso sofrido Brasil”, completou o ex-ministro. 

Confira o texto, na íntegra: 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/policia-identifica-e-indicia-suspeito-de-espancar-jovem-em-ondina/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cadela-percorre-200-km-a-procura-dos-donos-que-a-abandonaram/
Cadela russa Maru foi encontrada chorando e com patas e focinho quebrados
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/toca-anuncia-principais-atracoes-da-programacao-ate-dezembro/
Filipe Catto, banda Mulamba e edição especial com Larissa Luz cantando Elza Soares estão entre os destaques; confira
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/oitava-edicao-do-gamepolitan-se-voltara-ao-universo-analogico/
Evento, considerado o maior da área de games do Norte-Nordeste, acontece em Salvador neste fim de semana (27 e 28)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/quem-e-lil-nas-x-o-rapper-gay-dono-do-maior-hit-de-2019/
Rapper americano tem apenas 20 anos e está há 16 semanas consecutivas no primeiro lugar da Billboard
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/barra-69-ultimo-show-de-caetano-e-gil-antes-do-exilio-quase-teve-invasao-hippie/
Apresentações no TCA em julho de 1969 completam 50 anos; conheça os bastidores
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/projeto-boa-musica-comeca-com-geraldo-azevedo/
Cantor e compositor se apresenta neste domingo (21) no Othon e divide o palco com a banda Estakazero
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/new-hit-tj-ba-nega-absolvicao-a-musicos-acusados-de-estupros/
Oito integrantes do extinto grupo de pagode foram condenados a dez anos
Ler Mais