Cláudio Prates garante alinhamento entre times A e B do Bahia

e.c. bahia
18.01.2019, 17:40:00
Atualizado: 18.01.2019, 19:52:33
Cláudio Prates durante uma sessão de treino no Fazendão (Felipe Oliveira/EC Bahia)

Cláudio Prates garante alinhamento entre times A e B do Bahia

Auxiliar vai comandar o tricolor na estreia do Campeonato Baiano

"Quem vai representar não é time A, B ou C. É o time do Bahia". Foi assim que o auxilar-técnico Claudio Prates definiu o sentimento da equipe que vai entrar em campo domingo (20), às 16h, contra o Fluminense de Feira, no Joia da Princesa, na estreia do Campeonato Baiano. 

Caberá a ele comandar o chamado time B, com o qual vem trabalhando desde a pré-temporada. A estratégia definida pelo Bahia no início do ano servirá para dar oportunidade a jogadores jovens e alguns que não estiverem sendo aproveitados no grupo principal. 

Segundo Claudinho, a filosofia de trabalho tem sido desenvolvida da mesma maneira nos dois times. "Isso faz com que a gente esteja muito alinhado em pensamento, forma de jogar e, principalmente, em comprometimento. Eles têm entendido muito bem. Quem vai representar não é time A, B ou C. É o time do Bahia. Deixaram muito aberto o projeto para que possamos ter o melhor desempenho. A gente sabe que esse calendário é desumado para o atleta", explicou. 

Apesar de vir trabalhando com um grupo específico, Prates terá o reforço de alguns jogadores que ficaram no banco de reservas contra o CRB e não foram aproveitados. Para ele, nada que atrapalhe os planos ou o entrosamento da equipe. Pelo contrário. 

"Ajuda. A competitividade é importante. É sempre bom os meninos saberem que alguns vão precisar de jogo. O que eu sempre peço a eles é que estejam preparados. A oportunidade surge, como surgiu para Ramires ano passado. Temos exemplo no cotidiano. É importante que estejam bem para representar o Bahia (...) Estamos fazendo trabalho integrado há bastante tempo, e chegou o momento de desempenhar isso. Estamos muito confiantes", garantiu. 

Ele explicou também que o grupo de jogadores mais jovens pode ser utilizado em outras competições, não somente no estadual. Tudo vai depender de como o calendário se apresentar e do desgaste dos atletas. 

"Enderson deixou aberto que tem competições em que pode ter desgaste e podemos ter misto de A e B. No ano passado, os atletas superaram marcas. Não acreditávamos que eles teriam a performance que tiveram. Temos carinho para que esse projeto ande. Sempre vamos ter atletas inteiros". 

Em um dos trabalhos na pré-temporada, Claudinho escalou a equipe com Cassiano, Edimundo, Lucimário, Jaques e Van Van; Luís Fernando e Lepu; Rodrigo, Felipinho e Fernandinho; Geovane Itinga. 

No entanto, ele ganhou os reforços de Matheus Silva, Ignácio, Everson, Marco Antônio, Iago e Júnior Brumado. Alguns deles devem aparecer no time titular em Feira de Santana. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas