CNJ suspende pagamentos milionários após juiz receber R$ 503 mil

brasil
16.08.2017, 10:48:00
Atualizado: 16.08.2017, 11:19:42

CNJ suspende pagamentos milionários após juiz receber R$ 503 mil

CNJ abre investigação sobre pagamentos suspeitos a 84 juizes do Mato Grosso logo após a imprensa divulgar salário de mais de R$ 503 mil do juiz Mirko Vincenzo Giannotte, do Mato Grosso

No mesmo dia em que a imprensa repercurtiu o caso do juiz Mirko Vincenzo Giannotte, que recebeu o salário de R$ 503,9 mil no início de agosto, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) abriu uma investigação para apurar os pagamentos de 84 juizes do Tribunal de Justiça do Mato Grosso com suspeitas de irregularidades. 

Mirko não é o único juiz bem pago do Mato Grosso. Outros juizes do mesmo estado também obtiveram vencimentos em altas quantias no mês de julho. Apesar do teto constitucional atual ser de R$ 33,7 mil, 64 magistrados teriam recebido mais de R$ 100 mil e outros nove receberam valor superior a R$ 300 mil. 

Com a repercussão, nesta terça-feira (15), o Conselho suspendeu imediatamente o pagamento de novos repasses aos magistrados. Segundo o corregedor nacional de justiça, o ministro João Otávio de Noronha, somente um repasse foi autorizado pelo CNJ, em janeiro deste ano, no valor de R$ 29,5 mil para uma juiza que trabalhou em uma jurisdição superior.

Em resposta à repercussão do caso, Mirko disse que se importa com a polêmica sobre o valor recebido. "Eu não 'tô' nem aí" (Foto: Divulgação)

Referente ao pagamento feito à Mirko, o Tribunal de Justiça do Mato Grosso disse que o repasse também estava contemplado na decisão do CNJ. Mirko defende que a quantia recebida é parte das compensações legais pelo tempo que trabalhou recebendo menos. Noronha, no entanto, afirma que o acordo não pode ser executado automaticamente para outros juizes que receberam retroativamente as indenizações e gratificações solicitadas pelos magistrados.

Em resposta à repercussão do caso, na terça (15), Mirko disse que se importa com a polêmica sobre o valor recebido. "Eu não 'tô' nem aí. Eu estou dentro da lei e estava recebendo a menos. Eu cumpro a lei e quero que cumpram comigo",  disse o magistrado. Ele diz que ainda aguarda julgamento de pagamento de outros passivos estimados em R$ 750 mil. "E quando isso acontecer eu mesmo vou colocar no Facebook", disse. 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/guarda-municipal-filmado-com-arma-durante-furdunco-e-afastado/
Homem está proibido de trabalhar durante o Carnaval
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/taylor-swift-lanca-versao-ao-vivo-da-cancao-the-man/
Cantora disponibilizou também um vídeo inédito, extraído de uma performance que fez em Paris
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/guarda-municipal-identifica-e-investiga-agente-gravado-armado-no-furdunco-veja-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-de-carnaval-e-preciso-se-cuidar-para-aguentar-todos-os-dias-de-folia/
Chefe de reportagem Jorge Gauthier dá dicas para ficar atento à saúde
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rui-costa-se-nao-vai-ajudar-pelo-menos-me-deixe-trabalhar-em-paz/
Governador falou em "perseguição" do governo federal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-de-carnaval-hoje-tem-o-ultimo-ensaio-do-cortejo-afro-no-pelourinho/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/confira-os-melhores-momentos-de-vitoria-0x0-freipaulistano/
Leão segue invicto em 2020 e na zona de classificação
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-de-carnaval-hoje-tem-furdunco-e-banho-de-mar-a-fantasia/
O chefe de reportagem Jorge Gauthier apresenta quadro
Ler Mais