Com camisa branca, CBF lança novos uniformes para a Copa América

esportes
09.04.2019, 17:20:00
Atualizado: 09.04.2019, 18:03:16
Vinícius Júnior, do Real Madrid, anunciou a camisa branca da Seleção (Foto: Divulgação/Nike)

Com camisa branca, CBF lança novos uniformes para a Copa América

Aposentada após Copa de 1950, camisa branca voltará a ser usada

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Seleção Brasileira está de roupa nova. Nesta terça-feira (9) a CBF, em conjunto com a Nike, fornecedora do material esportivo da Seleção, anunciou os novos uniformes que a equipe vai usar durante a Copa América 2019, que vai ter início no dia 14 de junho. A novidade ficou por conta da camisa branca. 

Aposentada após o vice na Copa do Mundo de 1950, em casa, para o Uruguai, a camisa branca voltará a ser utilizada pela Seleção Brasileira. O uniforme foi apresentado pelo atacante Vinícius Júnior, do Real Madrid, durante a cerimônia de posse de Rogério Caboclo, novo presidente da CBF. A camisa branca vai ficar como terceiro uniforme e a combinação tem ainda o short e meiões em cor azul. 

Historicamente o Brasil usou camisas brancas até a Copa de 1950, até ser derrotado em casa para os uruguaios. A camisa apresentada na cerimônia é uma homanagem ao uniforma usado em 1919, ano que a Seleção Brasileira conquistou o seu primeiro título, o Sul-Americano. 

A Seleção apresentou também a sua tradicional camisa amarela. O uniforme tem golas verdes e faz referência à Seleção de 1989, campeã da última edição da Copa América disputada em solo brasileiro. 

Mais novidades
Durante a cerimônia de posse, Rogério Caboclo anunciou outras novidades como a mudança no escudo da Seleção Brasileira, a confirmação de Sylvinho como técnico do Brasil durante os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 - o pré-olímpico classificatório será disputado em janeiro do próximo ano, e o ex-árbitro Leandro Gaciba como nove chefe de arbitragem da CBF. 

Caboclo anunciou também a construção do Centro de Desenvolvimento do Futebol. A ideia é de que o equipamento seja instalado em um terreno na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, comprado durante a gestão de Ricardo Teixeira. Ainda sobre o desenvolvimento do futebol, o CBF terá um "conselho de craques" que vai ajudar no tema. O grupo é formado Cafu, Ricardo Rocha, Jairzinho, Careca, Muricy Ramalho, Carlos Aberto Parreira, Gilberto Silva, Juninho Paulista e as ex-jogadoras Pretinha e Michael Jackson. 

Questionado sobre o calendário do futebol brasileiro, Caboclo ainda prometeu enfrentar o tema e garantiu que a partir de 2020 as datas fifas estarão livres dos compromissos do futebol brasileiro e afirmou que os estaduais vão ser reduzidos para 16 datas. 

"Vamos enfrentar com determinação essa questão. Assumo o compromisso: a partir de 2020 as datas-Fifa estarão livres no calendário nacional de competições. As datas dos campeonatos estaduais serão reduzidas a 16. Não são decisões fáceis, mas são inevitáveis", afirmou. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas