Com piora do quadro, Paulo Gustavo faz tratamento que 'ressuscita' o paciente

em alta
03.04.2021, 08:11:00
Atualizado: 03.04.2021, 08:14:07
Paulo Gustavo usa máquina complexa para vencer luta contra a covid-19 (Divulgação)

Com piora do quadro, Paulo Gustavo faz tratamento que 'ressuscita' o paciente

"A ECMO é uma terapia complexa e arriscada, indicada a pacientes que têm chance de morrer em torno de 90%”, explica especialista

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O agravamento do estado de saúde do humorista Paulo Gustavo, de 42 anos, fez com que a equipe médica que cuida dele escolhesse um outro tratamento para ajudá-lo a vencer a batalha contra a covid-19.

Internado em uma UTI de um hospital no Rio de Janeiro desde o dia 13 de março e intubado no último dia 21, o humorista chegou a apresentar sinais de melhora, mas acabou tendo um agravamento na sua situação nesta sexta (2). Por conta disso, agora ele está respirando com a ajuda de ECMO (oxigenação por membrana extracorpórea). O equipamento funciona como um pulmão artificial e oxigena o sangue fora do corpo.

Segundo médicos, esse tipo de tratamento é usado apenas em pacientes muito graves e que já não respondem à ventilação mecânica. "A ECMO é uma terapia complexa e arriscada, indicada a pacientes que têm chance de morrer em torno de 90%. É ressuscitar o paciente”, explicou Marina Pinheiro Rocha Fantini, coordenadora da Cardiologia Pediátrica e da equipe de ECMO da Rede Mater Dei de Saúde, em entrevista ao Estado de Minas, em julho do ano passado. A médica não é responsável pelo tratamento do humorista, mas realiza o procedimento em diversos pacientes com covid-19 em Minas Gerais. 

Segundo uma pesquisa realizada em julho do ano passado, a ECMO conseguiu salvar cerca de 55% dos pacientes que usaram a técnica no Brasil. 

Em nota, a equipe de Paulo Gustavo disse que optou por mudar o tratamento para que o pulmão dele possa funcionar melhor. "Optamos pelo início da terapia coadjuvante com ECMO, com o objetivo de permitir uma melhor recuperação da função pulmonar", afirmaram os profissionais em nota. "Após o agravamento ocorrido, a situação permanece estável nas últimas horas."

Mais cedo, o pai de Paulo Gustavo já tinha se mostrado preocupado com a situação do humorista e pediu orações para o filho. "Paulo Gustavo está enfrentando uma árdua e dolorosa luta. Por isso, nesse domingo de Páscoa, abençoado, vamos unir nossa fé, com muita força e energia, às 18 horas, um horário muito forte num dia muito especial. Cada um com sua fé, religião, crença, mas principalmente, muita energia", escreveu Julio Marcos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas