Como escolher a bolsa maternidade ideal para seu bebê

especiais patrocinados
29.10.2018, 10:54:56
(Fotos: divulgação)
Estúdio Correio -

Como escolher a bolsa maternidade ideal para seu bebê

Os modelos precisam aliar conforto, praticidade e atender a demanda de cada família

Os últimos dias de gestação costumam ser os mais ansiosos na vida de uma mãe. Ao mesmo tempo em que dribla a expectativa para o parto, tem que decidir onde irá levar tudo que é essencial para o uso pessoal do bebê: primeiras roupinhas, fraldas, itens de higiene, pomadinhas e tantas outras miudezas.  

É neste momento que costuma surgir a dúvida de qual a melhor bolsa para se comprar. A decisão é, de fato, muito importante. Para muito além dos dias em que vai estar na maternidade, o item irá acompanhar a mãe, ou qualquer outro adulto responsável pela criança, em tarefas do cotidiano como ir ao supermercado, ao médico, passear no shopping ou no parque.  

“Quando fui comprar, eu analisei quais seriam as necessidades de minha filha, para dar um suporte nos passeios e viagens, mas também ponderei a parte estética, de acordo com meu estilo”, indica Marina Novaes, mãe da pequena Melissa, de seis meses, e autora do blog Desafios da maternidade. Sem uma rotina fixa, as demandas de Marina mudam a cada instante. Por conta disto, optou por ter um kit com três modelos para atender cada momento. 

“Vai de acordo com o que for preciso levar e quanto tempo eu ficarei fora. Se for uma saída de casa mais curta, uma mochila atende perfeitamente. Se for fazer um passeio que demore um dia inteiro, como uma visita a uma casa familiar, uma bolsa lateral atende mais porque pode levar mais itens. Em casos de viagens curtas ou pernoites, eu acho que a mala de maternidade é a melhor opção, porque dá para colocar peças da mãe e da criança. Assim, evito levar duas malas”, aconselha a blogueira. 

Seja kit ou seja apenas uma peça, todos os modelos precisam aliar conforto, praticidade e atender, sobretudo, a demanda da família. Saber se fará saídas mais extensas ou curtas e se terá que alimentar a criança sempre fora de casa ou se isso será uma excessão faz toda a diferença no momento de escolher a peça ideal.  Vale analisar tamanho, formato, cor, material e até quantidade de divisórias na parte interna. Cada detalhe pode ser determinante para ajudar naquele momento de sufoco, quando faltam mãos para, ao mesmo tempo, segurar o bebê e pegar algo importante que está a tira colo. 

Decisão
Se for costume da família viajar, uma mala de maternidade é bastante útil. Se a criança desde pequena fica em tempo integral na creche ou na casa dos avós, o melhor é optar por bolsas maiores para que seja possível carregar facilmente o mundinho do pequeno. Mas se a intenção for usar por períodos mais curtos no dia a dia, dê preferência aos tamanhos intermediários de bolsas ou mochilas, com boa quantidade de divisórias. 

Se a peça tiver compartimentos de tamanhos variados, ainda melhor. Ter um espaço para cada item ajuda a organizar os objetos e, consequentemente, deixá-los de mais fácil acesso. Nos menores a mamãe pode colocar, por exemplo, itens que são utilizados com mais frequência e nas maiores as roupinhas que forem sujando ao longo do passeio. 

Caso precise sempre alimentar o bebê na rua, o ideal é escolher um modelo que tenha um espaço térmico. A comida precisa ser mantida em uma temperatura segura. Se a mamãe é do tipo super prevenida e prefere levar algumas opções de alimentos para passeios ou para deixar na creche do filho, as lancheiras térmicas devem ser incorporadas à rotina. Para tornar o lanche ainda mais atraente, vale comprar uma com estampa lúdica.  

Mas tanto na lancheira, quanto nas bolsas, malas e mochilas, atente-se ao material utilizado na peça. Para garantir maior durabilidade, o tecido deve ser resistente, com costura reforçada, leve e, de preferência, impermeável para facilitar a lavagem. Fuja de modelos pesados e dê preferência às opções com alças mais largas, reguláveis e com opções de uso. Costumam ser mais confortáveis e versáteis. 

Ainda tem dúvidas? Você pode ir à loja física da OitoBaby, em Praia de Armação, Salvador, solicitar a ajuda de uma das consutoras e comprar o melhor produto com descontos de até 50%. A empresa, que há 25 anos se dedica aos pequenos detalhes da vida de uma criança, também possui um e-commerce (oitobaby.com.br) completo, com modelos para todos os gostos e bolsos. Confira na galeria algumas opções de bolsas de bebê.


Bolsa everyday (R$ 459,98)


Bolsa Sofia 4 em R$ 1.439,98


Bolsa Mommy (R$ 494,98)


Kit bolsa selva (R$ 607,98)


Frasqueira Termica Moletom (R$ 329,98)


Lancheira Infantil (R$ 99,98)


Mala maternidade Urban (R$ 484,98)


Mochila Just baby (R$ 329,98)


Mochila Masterbag (R$ 389,98)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas