Como os MEIs podem entrar no mundo digital e ganhar dinheiro

empregos
30.11.2020, 05:49:00
O número de Microempreendedores Individuais (MEIs) registrados no Brasil chegou a 11,2 milhões (Shutterstock/reprodução)

Como os MEIs podem entrar no mundo digital e ganhar dinheiro

Veja dicas para ter negócio digital e mais eficiente

Dados do Portal do Empreendedor do governo federal demonstram que, em novembro, o número de Microempreendedores Individuais (MEIs) registrados no Brasil chegou a 11,2 milhões, crescimento de cerca de 18% apenas em 2020. A abertura de um micro ou nano negócios, na maioria das vezes, atende a uma necessidade de sobrevivência desse MEI que precisa lidar com todos os desafios de qualquer empresa, inclusive, conquistar clientes, gerir o empreendimento e conquistas oportunidades comerciais que garantam a permanência do negócio em tempos de pandemia.

Entre essas estratégias de manutenção do empreendimento está a digitalização do negócio. A analista do Sebrae Bahia Taiane Jambeiro explica que digitalizar um negócio significa migrar processos que antes eram realizados de forma física para o ambiente digital, como por exemplo: realização de vendas pela internet, ações de relacionamento digital, entre outras. “Como as pessoas estão passando por um momento de isolamento social em função da pandemia, muitos daqueles que não tinham o hábito de realizar compras pela internet, passaram a fazê-lo e isso acelerou bastante o processo de digitalização como um todo”, esclarece a analista. 

Taiane Jambeiro explica que digitalizar um negócio significa migrar processos que antes eram realizados de forma física para o ambiente digital (Foto: Divulgação)

Ela diz ainda que, do ponto de vista das empresas, também tem acontecido um movimento forte nesse sentido, levando em consideração que foi necessário realizar uma série de ajustes para manter as empresas funcionando. “No caso dos negócios que já nasceram digitais, as constantes atualizações e melhorias levam também à ampliação do número de clientes e entrega de atendimento diferenciado”, completa.

Otimização

O gerente de marketing da HostGator, Ricardo Melo faz questão de complementar o fato de que a digitalização de um negócio tem ainda a proposta de usar a tecnologia para melhorar resultados e processos. “Como a internet, hoje, é o recurso de busca de soluções, as pessoas e negócios estão todos criando um espaço digital para aparecer e vender produtos ou serviços”, afirma.

Ricardo Melo ressalta que a digitalização de um negócio tem  a proposta de usar a tecnologia para melhorar resultados e processos (foto: Divulgação)

Para Melo, é muito importante que as pessoas entendam que a digitalização por si só não garante o sucesso do negócio, mesmo sendo um passo primordial. “Paralelo a isso, corre a necessidade de gerar tráfego para seu site, ou seja, atrair pessoas, fazendo com que elas visitem o site, entrem em contato e comprem”, esclarece. 

Taiane Jambeiro salienta que a digitalização dos negócios possibilita ainda a redução de custos com estrutura física, um maior alcance de público, uma vez que é possível impactar pessoas de outras cidades, estados ou até mesmo países, além de maior proximidade das empresas com os clientes, por conta da presença nas redes sociais ou do envio de mensagens personalizadas, entre outras vantagens.

Caminhos da digitalização

A analista do Sebrae lembra que o primeiro passo para digitalizar qualquer negócio é buscar entender o perfil do público alvo, quais suas necessidades, para que se consiga ofertar serviços que vão facilitar a vida do cliente e entregar um atendimento mais qualificado. “A partir disso, busque sempre se capacitar, acessar fontes confiáveis e contar com o apoio do Sebrae para acessar consultorias e soluções que vão te ajudar a colocar esse objetivo em prática”, diz. 

Para Taiane, outra questão fundamental é estar sempre se informando e se capacitando para estar conectado com as tendências de mercado e como entregar o melhor atendimento para o cliente. “Por fim, mas não menos importante, é preciso estar muito atento à Lei Geral de Proteção, que estabelece uma série de diretrizes sobre como os dados dos clientes devem ser tratados para o envio de comunicações como um todo”, esclarece.

Para a representante do Sebrae é de fundamental importância que nenhuma decisão envolvendo o processo de digitalização seja feito na base das próprias impressões. “É muito importante estar sempre ouvindo o cliente, fazendo pesquisas, coletando dados para que todo investimento a ser feito de fato seja válido”, reforça Taiane. 

Ela também destaca a importância de não manipular o consumidor, induzindo-o ao erro ou enviando propagandas enganosas. “Além disso, entendo que é muito sério publicar ou enviar mensagens que podem ser ofensivas a qualquer tipo de pessoa. É preciso ter muita consciência com o que se publica na internet, porque as coisas podem ganhar proporções absurdas”, lembra.
Ricardo Melo também salienta as questões práticas, como o domínio online que será o endereço do negócio na internet, além hospedagem de sites, que é o espaço onde o site vai ficar alocado. “Mesmo com tantas redes sociais, o site próprio é a garantia de propriedade do conteúdo e liberdade de trabalhar com variadas estratégias de atrair clientes”, finaliza.


5 passos para digitalizar o negócio


1.    Aquisição de um domínio;


2.    Hospedagem do site;


3.    Identifique o perfil do público alvo do negócio;


4.    Mantenha os processos internos da empresa bem mapeados, para verificar quais são os pontos de melhorias;


5.    Lembre que o Sebrae disponibiliza uma série de cursos online gratuitos no site www.sebrae.com.br/cursosonline e conteúdos digitais no site www.sebraeatende.com.br. Além disso, é possível consultar a agenda de eventos online www.sebraeatende.com.br com várias capacitações voltadas para essa questão de digitalização, marketing digital e outros temas diversos. Para agendar um atendimento em uma de nossas agências ou uma consultoria online, basta entrar em contato através do 0800 570 0800.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas