Compositor acusa Pabllo Vittar de plágio e cantora é processada em R$ 1 milhão

em alta
04.08.2022, 12:24:00
(Reprodução / YouTube)

Compositor acusa Pabllo Vittar de plágio e cantora é processada em R$ 1 milhão

Canção acumula mais de 27 milhões de visualizações

A cantora Pabllo Vittar está sendo alvo de um processo. O compositor Herlomm Diosly dos Reis Silva entrou com uma ação por indenização por danos morais e materiais sob alegação de que o hit "Amar, Sofrer, Chorar" foi plagiado.

A canção faz parte do álbum "Batidão Tropical", lançado em 2021, sucesso absoluto. A Sony Music e os compositores Arthur Pampolin Gomes, Arthur Simões Magno Marques, Guilherme Santos Pereira, Pablo Luiz Bispo e Rodrigo Pereira Vilela dos Santos são citados na ação inicial, segundo informações da colunista Fábia Oliveira. 

Na argumentação do compositor, ele alegou que ouviu a música e "identificou trechos com o mesmo sentido da composição original, de sua autoria, não só no título e melodia, estes praticamente idênticos, como também, no sentido literário, pois ambas falam de amor não correspondido, onde uma pessoa ama outra que a ignora".

O compositor pede que o valor dos danos morais seja dez vezes maior que os materiais, sendo R$ 1 milhão o pedido da ação. Além disso, ele pede que seja expedido um ofício ao ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) e ABRAMUS (Associação Brasileira de Música e Artes) e que a Justiça determine que todos os lucros em cima de shows, programas televisivos e reproduções de streaming seja entregue a ele.

Em resposta ao site Splash, a assessoria de imprensa da cantora informou que a acusação não é verdadeira. "Trata-se de evidente acusação leviana, sem qualquer fundamento, a qual será devidamente contestada no momento oportuno".

A Sony Music, também por meio de um comunicado, informou que não irá se pronunciar no momento. Os compositores que foram citados na ação, não foram encontrados. 
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas