Confira 10 linhas de crédito para seu negócio no fim de ano

economia
11.11.2019, 06:00:00
Thais precisou de R$ 40 mil para iniciar as operações da Taytus Burger and Beer (Foto: Guia de Brotas/ Divulgação)

Confira 10 linhas de crédito para seu negócio no fim de ano

CORREIO listou as principais opções de investimento para MEIs e pequenos negócios

Para inaugurar a Taytus Burger and Beer, a empreendedora Thais Ribeiro precisava de crédito para capital de giro, estoque, transporte e salário dos funcionários. O dinheiro que faltava para fazer a hamburgueria localizada no bairro de Brotas começar a operar estava na contratação de um microcrédito que pudesse viabilizar estas despesas. “Não é fácil abrir uma empresa. Tive um pouco de dificuldade devido a muitas taxas e obrigações tributárias. Foram quatro meses de reforma, obras, choro e desespero. Mas eu consegui”, relembra.

E com a aproximação do final do ano, aumenta também as despesas de quem tem uma empresa. Por isso, a reportagem levantou 10 linhas de crédito para microempreendedores individuais (MEIs) e pequenos negócios. Foram encontradas taxas que variam entre 0,85% (Banco do Brasil) a 2,84% (Lendico) ao mês. Os prazos podem chegar a até 60 meses. Há linhas, inclusive, com carência de seis meses para o pagamento da primeira parcela (confira os detalhes abaixo). 

Os empréstimos devem ser utilizados na dose certa. Isso se refere à quantidade, ao montante, taxas e aos prazos. No caso de Thais, o investimento total foi em torno de RR$ 40 mil, que ela espera rever em um período de seis a nove meses. “É uma fase em que a gente tem que manter a cautela, estabelecer as metas financeiras de curto e longo prazo para poder arcar com as parcelas do crédito”, afirma. 

Para o especialista em vendas e fundador da MR16, Marcelo Reis, a empreendedora está no caminho certo. “Ter um plano de negócios bem feito ou uma promoção bem planejada, que traga um aumento nas vendas para seu negócio é a melhor estratégia para ter um retorno grande o suficiente que pague o empréstimo e, além disso, dê lucro sobre esta operação”.

Dinheiro eficiente

No final das contas o importante é que o empréstimo funcione como uma alavanca que impulsione o negócio, como destaca o diretor de Marketing da Bom pra Crédito, Felipe Lemos. A plataforma ajuda a pesquisar diferentes ofertas de crédito de acordo com o perfil, comparar e escolher a mais adequada. 

“Sempre pesquise as opções de crédito disponíveis. Verifique outros custos embutidos como tarifa de cadastro e também considere o prazo para pagamento, a carência para pagar a primeira parcela, o valor de cada parcela e a necessidade de garantias como automóveis ou imóveis”, aconselha.

Para usar o crédito ao seu favor, vale também fazer uma versão otimista do plano financeiro e outra um pouco mais realista. “Persiga a otimista como a sua meta, mas garanta que você terá retorno e caixa na versão realista”, completa Lemos.

Mercado de crédito

As instituições financeiras estão cada vez mais dispostas a destinar recursos a estes empreendedores. No Banco do Nordeste, por exemplo, a linha de microcrédito Crediamigo, só neste ano, expandiu sua operação em mais de 30% na Bahia. Em 2019, o Crediamigo espera chegar a R$ 1,4 bilhão no estado - cerca de R$ 350 milhões a mais que em 2018.

“Nesta época do ano, Natal, a demanda aumenta em mais de 50% para nossos clientes. Serão quase 600 mil operações de crédito para cerca de 300 mil clientes em toda a Bahia”, avalia o gerente de microfinanças  do banco, Yury Meira Chaves. 

O Santander é outro banco que em breve deve ampliar sua oferta de crédito como adianta o superintendente executivo do segmento Empresas da instituição financeira, Luís Ricardo de Souza. “Além de garantir os recursos necessários no momento mais desafiador, criamos um programa para apoiar o crescimento dos clientes”.    


ONDE USAR O CRÉDITO?

Capital de giro O capital de giro é o recurso necessário para bancar o funcionamento da empresa. Ele garante o dinheiro  para o financiamento das vendas à prazo e assegura o pagamento de fornecedores, por exemplo. 

Investimento  O empreendedor pode investir na compra de equipamentos, reforma, matéria-prima, estoque e até mesmo em usar este dinheiro para promover campanhas de vendas ou quitar o pagamento do 13º dos funcionários. 

Antecipação  Com a antecipação dos pagamentos a receber, o empreendedor pode ter mais dinheiro no caixa e dar fluxo financeiro ao seu negócio.


ESC É ALTERNATIVA DE CRÉDITO MAIS BARATO PARA OS PEQUENOS

Após o Senado aprovar no primeiro semestre do ano, o projeto que cria a Empresa Simples de Crédito (ESC), o segmento que se propõe melhorar o acesso ao crédito mais barato para os pequenos negócios tem na Bahia, até o momento, 8 unidades registradas com um montante disponível para liberação de mais de R$ 5 milhões.

Os dados são do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-BA). As ESCs baianas estão localizadas em Salvador, Feira de Santana e Lauro de Freitas e são voltadas exclusivamente para atender a microempreendedores Individuais (MEI), micro e pequenas empresas. 

Entre as operações de crédito que uma ESC pode fazer estão a oferta de empréstimos, financiamentos e o desconto de títulos de crédito, como explica a analista do Sebrae Bahia, Liliane Rocha: “A facilidade no acesso e o pleito por um valor de operação menor são algumas das características desse tipo de crédito. É importante pesquisar e ver as condições oferecidas neste mercado, buscando sempre as melhores condições para atender a sua necessidade de capital na sua totalidade”. 

As ESC nasceram por conta das dificuldades que os pequenos enfrentam para conseguir crédito. Regulamentada pela Lei Complementar nº 167, sancionada no dia 24 de abril de 2019. 

A ESC não é banco e não pode emprestar dinheiro a pessoas físicas, como reforça a especialista. “Antes de contratar qualquer linha de crédito o empreendedor precisa monitorar o fluxo de caixa diariamente, promover ações para conquistar e manter clientes e reduzir também custos desnecessários”, orienta.
 

DEZ OPÇÕES DE LINHAS DE CRÉDITO

1. Banco do Nordeste As taxas variam de 0,99% a 2,2% ao mês (a.m). O prazo varia de 2 a 24 meses, dependendo da finalidade. Para contratar, basta ter alguma atividade produtiva e formar um grupo para obter o crédito solidário.

2. Caixa  As taxas são a partir de 0,99% a.m. (capital de giro), 1,20% a.m (investimento) e 1,59% a.m (antecipação de recebíveis). Os prazos de carência e de pagamento que variam de acordo com a linha de crédito.  

3. Banco do Brasil A instituição financeira também tem linhas específicas para capital de giro, antecipação de recebíveis e investimentos. A  linha BB Financiamento, por exemplo, oferece prazo de 60 meses, taxa a partir de 0,85% a.m. e carência de até 6 meses.

4. Santander Para capital de giro, as taxas são a partir de  1,75% a.m. Giro Recompensa e Giro Bonificado têm taxas que dependem do relacionamento do cliente com o banco. Por outro lado, a antecipação de recebíveis permitem a pagamentos com agendas de três a 360 dias. 

5. Nexoos  A Nexoos é um marketplace lending, que conecta empresas a investidores. As taxas de juros são a partir de 22% ao ano (a.a) e o prazo é de até 24 meses, mas isso depende muito do perfil de cada empresa.  

6. BNDES  O banco conta com três linhas de crédito para este segmento: o Crédito Pequenas Empresas, Cartão BNDES e BNDES Microcrédito. No caso do BNDES Microcrédito, por exemplo, os recursos podem ser obtidos por microempresas ou microempreendedores individuais com faturamento de até R$ 360 mil. As condições financeiras (taxa, prazo e participação) são negociadas entre o agente operador e o cliente, não podendo passar de 4% ao mês. 

7. Sicoob  Na Sicoob Bahia as taxas de operação de crédito para os pequenos são de 2,26% a.m e para os microempreendimentos, 2,55% a.m. Os limites variam conforme disponibilidade de recursos da cooperativa e avaliação de risco. 

8. Itaú Unibanco A linha para Capital de Giro tem taxas a partir de 0,89% a.m. com pagamento em até 60 meses e até 90 dias para pagar a primeira parcela. Já a Antecipação de Recebíveis tem  taxas a partir de 0,80% a.m., com prazo máximo de 360 dias.

9. Lendico  A fintech oferece empréstimo para pessoa física, porém o empreendedor pode pedir empréstimo para seu negócio, investir na ampliação de um empreendimento, renovar estoque, melhorar o capital de giro. As taxas são a partir de 2,84% ao mês, na faixa de  R$ 1 mil a R$ 50 mil com  prazos de até 36 meses.  

10. Bradesco  Entre as linhas disponíveis estão, o Giro Fácil (a partir de 1,46 a.m), BNDES Micro e Pequena Empresa (TLP/ Selic + 1,45 a.m + 5,0 a 7,0 a.a) e o Microcrédito Produtivo Orientado (2,79% a.m).


 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fundacao-pierre-verger-tem-2o-batizado-de-capoeira-da-dende-de-aro-amarelo/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-do-carnaval-hoje-tem-ivete-praca-castro-alves-e-mais/
Jorge Gauthier traz os destaques do dia para o folião
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-sobre-jose-mojica-marins-esta-no-youtube-na-integra/
Canal Space liberou produção gratuitamente para homenagear criador de Zé do Caixão
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-camarote-marcia-fellipe-relembra-polemica-sobre-irma-dulce/
Márcia Fellipe passou pelo Camarote Salvador nesta sexta-feira (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronicas-do-guerreiro-dia-3-a-praca-do-povo/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronicas-do-guerreiro-dia-2-a-fuga-do-deposito/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/neymar-sera-desfalque-no-carnaval-2020-dessa-vez-sem-polemica/
Craque brincou com a situação em vídeo no Instagram; em 2019 ele estava em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-vai-abrir-desfile-icada-nesta-sexta-feira-21-assista/
Cantora comanda bloco Blow Out, no circuito Dodô (Barra-Ondia)
Ler Mais