Confira os preços dos carros mais baratos do mundo

só se vê no correio
03.07.2021, 05:15:00
Comercializado na Índia, o Maruti Suzuki Alto 800 é um dos carros mais baratos do mundo. Na conversão, ele custa o equivalente a R$ 23.144 (Fotos: Divulgação)

Confira os preços dos carros mais baratos do mundo

Selecionamos os modelos mais acessíveis em oito países. Veja os preços

O carro novo mais barato do Brasil é o Mobi, que custa R$ 45.090 - ou 7.828 dólares. Por esse preço, cobrado pela versão Easy, a Fiat não oferece ar-condicionado e assistência para a direção. Esses equipamentos, tão desejados pelo consumidor, só estão disponíveis na configuração Like, que passa para R$ 52.790. Nesse caso, com esses itens, o mais barato é o Renault Kwid, que sai por R$ 52.390 na opção Zen.

E no resto do mundo? Há modelos bem mais caros. E outros bem mais baratos. Na conversão, o mais caro está nos Estados Unidos e o mais barato na Índia. Mas nem sempre há uma relação direta entre o valor do veículo e o poder de compra da população. 

Alemanha
O Sandero, que já foi atualizado e é vendido na Europa pela Dacia, custa 8.690 euros na Alemanha e é o carro mais acessível daquele país. A versão Access tem transmissão manual e um motor diesel que entrega 67 cv de potência. Não tem ar-condicionado, os para-choques não são pintados e as rodas são de aço. Equivale a R$ 58.577. Custa 10.170 dólares.

Na Europa também tem versão básica, como esse Dacia Sandero vendido na Alemanha e França

Argentina
No país vizinho, o Chery QQ é o modelo mais barato do mercado. Produzido na China, o subcompacto é equipado com motor 1 litro (68 cv) e transmissão manual. Tem ar-condicionado e direção hidráulica. Com a moeda instável, os preços na Argentina estão utilizando como base o dólar dos Estados Unidos. O carro custa US$ 11 mil, o equivalente a R$ 63.360. 

Produzido na China, o QQ é vendido na Argentina pelo equivalente a R$ 63.360

Coreia do Sul
O Kia Morning, que já foi comercializado no Brasil como Picanto, é o carro mais barato da Coreia do Sul. A versão de entrada é bastante simples, com calotas de 13 polegadas, retrovisores e maçanetas sem pintura e grade cinza. Custa 11.750.000 de wons, que equivale a R$ 59.800 ou US$ 10.382.

Já comercializado no Brasil como Picanto, o Morning é o mais acessível da Coreia do Sul. A foto é apenas ilustrativa, a versão mais barata é básica

Estados Unidos
A opção mais barata do mercado americano é o Chevrolet Spark, que custa U$ 13.600 na versão LS com transmissão manual. Mas nos EUA o frete é cobrado a parte, e para Miami, por exemplo, custa mais US$ 950. Com motor 1.4 litro, tem ar-condicionado, direção elétrica e central multimídia. Na conversão, custa R$ 83.808.

O Spark, da Chevrolet, é o automóvel mais barato a venda nos EUA

França
No mercado francês o carro mais barato é o mesmo modelo oferecido na Alemanha, o Dacia Sandero Access. No entanto, na França custa 200 euros a mais, ou seja, na França custa o equivalente a R$ 59.925. Em dólar são 10.403.

Assim, como na Alemanha, o Sandero é o carro novo mais barato da França

Índia
O Maruti Suzuki Alto 800 é um dos mais tradicionais carros do mercado indiano e o mais barato do país. Tem motor 0.7 na versão de entrada, denominada STD, custa 299.800 rúpias, equivalente a R$ 23.144. Em dólar custa 4.018.

Na Índia, o carro novo mais barato é o Alto com motor 0.8 litro

Japão
O modelo mais barato no Japão é o Mira que na versão E S custa 860.200 ienes, que equivale a R$ 47.378. O veículo é da Daihatsu, uma marca que pertence à Toyota, e é equipado com um motor de 0.6 litro que rende 49 cv. A marca informa que ele é capaz de percorrer 25 km/l com um litro de gasolina no trânsito urbano. São 8.225 dólares.

O Daihastu Mira é o modelo mais acessível à venda no Japão

México
O Chevrolet Beat custa 165.100 pesos mexicanos, o que equivalente a R$ 44.690. Na versão mais barata, a LS, o subcompacto tem motor 1.2 litro (81 cv), transmissão manual e dois airbags. Não tem ar-condicionado e direção com assistência elétrica ou hidráulica. São 7.758 dólares.

O subcompacto Chevrolet Beat é o carro mais barato do México


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas