Conheça os cinco segredos da inteligência emocional feminina

empregos
03.02.2020, 07:00:00
'As mulheres precisam usar sua inteligência emoccional para enfrentar as barreiras no ambiente de trabalho', afirma Thereza (Foto: Divulgação)

Conheça os cinco segredos da inteligência emocional feminina

‘Somos aliadas e não concorrentes’, afirma a autora do livro O poder da Inteligência Feminina na Gestão de Empresas e Pessoas, Thereza Ferreira

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Comunicação, modelagem de perfil, empatia com assunto e amorosidade na entrega de conhecimento. Para a Master em Programação Neurolinguística (PNL) e escritora especializada em inteligência emocional, Thereza Ferreira estas são habilidades necessárias para ‘calibrar’ a inteligência emocional feminina. 

“A mulher do ambiente corporativo é segura e decidida dentro dos seus objetivos  com atitudes devidamente planejadas pautadas em habilidades reconhecidas e potencializadas.  A dificuldade é transpor barreiras impostas pela sociedade que ainda vive no imperialismo de um patriarcado”, destaca Thereza, que acaba lançar o livro O poder da Inteligência Feminina na Gestão de Empresas e Pessoas, onde reúne relatos de 11 mulheres de sucesso.

“A ideia do livro nasceu quando escrevi Phases - do Autoconhecimento e Alta Performance. Percebi o relato e o trato das mulheres de forma mais presente, mais consciente, quando passei a observar, pesquisar e registrar vivências já  experimentadas no ambiente feminino. Neste cenário surgiu a ideia do Elas”, acrescenta.

Em entrevista ao CORREIO, a autora dá dicas para as mulheres vencerem as barreiras dentro do ambiente de trabalho, usando o poder da sua inteligência emocional. Confira mais detalhes a seguir:  


Qual o diferencial competitivo da inteligência emocional feminina na gestão de uma equipe? Como a mulher pode usar isso ao seu favor? 

Quando esta mulher se reconhece, se aceita e se potencializa dentro dos sentimentos e habilidades controlando assim sentimentos e gerindo habilidades acontece um alto ganho na comunicação intra e inter pessoal.

As principais técnicas são: autoconhecimento, respiração para ampliação da consciência e modelagem de alta gestão.

Diversidade, equidade salarial e oportunidades iguais. As gestoras conquistaram  muitos espaços mas ainda há barreiras a serem derrubadas. Como usar a inteligência emocional feminina para combater a desigualdade de gênero que ainda existe? 

É necessário aceitar o que ela é o que é, mulher, essência feminina, não querer se moldar as verdades do mundo masculino. Construir, primeiramente, sua base sólida de conhecimento seguida de uma base versátil de networking e gerar presença em temas relevante para desenvolvimento nas frentes exercidas pelo mercado que se deseja.

Ter essa inteligência, entendendo que essa construção é o primeiro passo. Informação que gera poder não tem preço e sim, valor.

Como você enxerga a visão da gestão na hora de reduzir estas desigualdades? 

O cenário vem mudando justamente por conta da alta gestão feita por mulheres. Chegará o momento que a rendição a inteligência feminina será a melhor alternativa e seremos gratas a todas as mulheres que estão construindo essa ponte de transição, desde a década 30.

O mundo ainda não enxerga que mulher não é menor ou subserviente e sim uma grande aliada e no aceite de que o que se deve contar nos ambientes corporativos é o conteúdo do currículo e não no gênero definido na certidão de nascimento.


Que diferenciais importantes a inteligência emocional feminina tem a contribuir na gestão das empresas e dos negócios? 

Habilidade na comunicação com equipe, habilidade de influenciar pessoas  parceiras e habilidade na identificação das habilidades necessárias dos colaboradores.

Já na fase de construção de um planejamento estratégico, é preciso habilidade de equilibrar deveres e direitos entre empresas e colaboradores e autorresponsabilidade.

Na sua opinião, as empresas tem evoluído com relação a igualdade de gênero corporativa? O que a mulher, enquanto profissional deve fazer  para ajudar a empoderar mais mulheres na gestão dos negócios e dimuir estas lacunas? 

As grandes empresas já entenderam o papel da mulher. Ainda há muito a se percorrer, porém o principal movimento que já esta nascendo, mas precisa ampliar muito é essa igualdade dentro do própio universo feminino. Somos aliadas e não concorrentes.

Como a mulher pode garantir o seu sucesso?

Não há fórmula. Mas podemos citar aqui os 4 S do sucesso: sabedoria, simpatia, segurança e simplicidade. Tendo essas características aliadas a gostar da área em que se empreende ou trabalha já há meio caminho andado. É um processo que  exige paciência, dedicação e resiliência e isso nós temos de sobra.  


QUEM É

Thereza Ferreira  é master coach especialista em Programação neurolinguística (PNL), coordenadora da coletânea Phases da Editora Leader. Thereza escreveu também o livro ELAS – O poder da Inteligência Feminina na Gestão de Empresas e Pessoas.


Cinco segredos da inteligência emocional feminina

1. Hábito Inteligência emocional exige treinamento e disciplina. 

2. Autoconhecimento É preciso se conhecer, entender sues objetivos, competências e habilidades. 

3. Comunicação É um dos principais potencializadores . Saiba gerir bem suas relações  intra e inter pessoais.

4. Planejamento tenha metas definidas e trabalhe bem suas ações. 

5. Amorosidade Seja gentil com os outros na entrega e na troca de conhecimento. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas