Copa do Nordeste: raio-x completo da final entre Bahia e Ceará

e.c. bahia
01.05.2021, 05:11:00
Pelo segundo ano seguido, Bahia e Ceará decidem a final da Copa do Nordeste (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Copa do Nordeste: raio-x completo da final entre Bahia e Ceará

Tudo o que você precisa saber sobre o confronto que decidirá o título de 2021

Mais uma vez, a Copa do Nordeste colocará Bahia e Ceará frente a frente em sua final. É a segunda edição seguida que as equipes disputam o título da competição - e o repeteco não acontece à toa. Afinal, o Esquadrão e o Vovô são os clubes da região que mais tem chamado a atenção nos últimos anos, além de serem os mais bem-posicionados no ranking da CBF - o tricolor é o 11º colocado e o alvinegro é o 14º.

O Bahia chega à final após passar pelo Fortaleza na semi. O duelo terminou empatado em 0x0 e, nos pênaltis, o time do técnico Dado Cavalcanti venceu por 4x2. Já o Ceará avançou após superar o Vitória por 2x0.

A decisão será disputada em duas partidas. A de ida será neste sábado (1º), às 16h, em Pituaçu. A volta está marcada para o sábado seguinte, dia 8, também às 16h, no Castelão. Os duelos terão transmissão do SBT, na TV aberta; da Fox Sports, na TV fechada, além do Nordeste FC.

O jogo de ida será neste sábado (1º), às 16h, em Pituaçu
(Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

As campanhas dos finalistas

O Bahia alcança a decisão após fazer uma campanha irregular na Copa do Nordeste. Na fase de grupos, aplicou goleadas sobre Sport (4x0) e Altos (5x0), mas também sofreu derrotas para Vitória, CSA e Fortaleza. Ainda ganhou de Salgueiro e ABC e empatou com Botafogo-PB. Fechou a etapa com 13 pontos, na vice-liderança do Grupo A.

Quer ler mais matérias exclusivas? Clique aqui e acesse a área de assinante do CORREIO 

Nas quartas de final, emplacou mais uma goleada, dessa vez sobre o CRB, por 4x0. Na semi, a superioridade sobre o Fortaleza nos pênaltis garantiu ao tricolor a vaga em sua 9ª final do Nordestão, recorde do torneio. 

Entre os jogos do mata-mata do regional, o time principal do Bahia também teve compromissos pela Copa Sul-Americana. Estreou com um empate em 1x1 com o Montevideo City Torque, fora de casa, e aplicou uma nova goleada na temporada: 5x0 sobre o boliviano Guabirá, em Pituaçu.

O número de resultados elásticos na Copa do Nordeste rendem ao Esquadrão o melhor ataque da competição. São 20 gols em 10 jogos disputados, média de dois gols por confronto. O principal responsável pelo número é Gilberto, artilheiro do time e do campeonato, com sete gols.

Gilberto é o artilheiro da Copa do Nordeste, com sete gols
(Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

O Ceará, por sua vez, não fica muito atrás no quesito ataque: balançou as redes adversárias 19 vezes. Mas o que impressiona mesmo é a defesa. Nos 10 duelos disputados, o Vozão sofreu somente três gols. Aliás, não vê sua rede ser vazada desde a 5ª rodada, quando empatou em 1x1 com o Botafogo-PB.

Na fase de grupos, o alvinegro acumulou quatro vitórias e quatro empates e terminou como líder do Grupo A, com 16 pontos. Nas quartas, bateu o Sampaio Corrêa por 3x0 e, na semi, derrotou o Vitória por 2x0.

Assim como o Bahia, o Ceará também alterna as partidas do mata-mata do Nordestão com a Sul-Americana. No continental, estreou com 3x1 sobre o Jorge Wilstermann em casa e empatou com o Arsenal de Sarandí em 0x0, fora.

Clássico nordestino

A edição 2021 marca a terceira final de Copa do Nordeste entre Bahia e Ceará. Nas duas anteriores, em 2015 e em 2020, deu Vozão. Em ambas, aliás, o time alvinegro fez uma campanha invicta, assim como vem ocorrendo neste ano. Se ganhar de novo, garante o tricampeonato.

Já o Esquadrão, se conquistar mais esse Nordestão, chegará ao tetra. O tricolor faturou as Orelhudas nas edições de 2001, 2002 e 2017. Com mais um troféu, igualaria o Vitória, maior vencedor da competição, com quatro taças (1997, 1999, 2003 e 2010).

Alcançar o número do Leão no quesito títulos seria bom, mas o que mais vem motivanto a torcida tricolor é uma vingança sobre o Ceará. Além de ter sido vice para o Vovô duas vezes no regional, perdeu os quatro jogos que disputou naquelas finais.

Mas a sequência negativa não é limitada apenas à Copa do Nordeste. O Bahia não vence o Ceará desde novembro de 2018, quando fez 2x1 na Fonte Nova pelo segundo turno da Série A. De lá para cá, são sete partidas sem vencer.

Bahia e Ceará fizeram a final da Copa do Nordeste de 2020; deu Vozão
(Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia)

Para acabar com o jejum, o Esquadrão conta com o brilho de Gilberto, principal destaque do time na temporada. O atacante é o artilheiro do torneio, com sete gols. Está na frente de Dellatorre, do eliminado CSA, com seis gols, e Samuel, do Vitória, com cinco. 

Mas além de confiar no poderio do camisa 9, é preciso tomar cuidado com o ataque do Ceará. O principal jogador do time rival é Vinícius, o Vina, ex-Bahia. Contra o Vitória, o meia marcou seu primeiro gol no Nordestão, mas já vinha se destacando por suas participações nas jogadas ofensivas, sendo peça-chave na armação do ataque. 

Prováveis escalações

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas