Covid-19: Brasil passa de 70 mil mortes e 1,8 milhão de casos

coronavírus
10.07.2020, 20:10:15
Atualizado: 10.07.2020, 20:14:11

Covid-19: Brasil passa de 70 mil mortes e 1,8 milhão de casos

Número de recuperados chega a 1,07 milhão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As mortes por conta da pandemia do novo coronavírus passaram da casa dos 70 mil, segundo atualização diária divulgada pelo Ministério da Saúde hoje (10). Nas últimas 24h, foram registrados 1.214 óbitos, totalizando 70.398. O número total de mortes representa um aumento de 1,7% em relação a ontem (9), quando o painel trazia 69.184 óbitos desde o início da pandemia.

De acordo com a atualização do ministério, 651.666 pessoas estão em acompanhamento e 1.078.763 se recuperaram. Há ainda 4.000 mortes em investigação.

O número de casos confirmados desde o início da pandemia chegou a 1.800.827. O sistema do ministério contabilizou 45.048 pessoas desde o balanço de quinta-feira. O total representa aumento de 2,5% em relação a ontem, quando o sistema marcava 1.755.779 casos confirmados. Foi o sexto dia em número de novos registros desde o início da pandemia.


EstadosOs estados com mais mortes são: São Paulo (17.442), Rio de Janeiro (11.280), Ceará (6.777), Pernambuco (5.482) e Pará (5.224). As unidades da Federação com menos óbitos pela pandemia são Mato Grosso do Sul (146), Tocantins (245), Roraima (393), Acre (417) e Santa Catarina (459).

São Paulo também lidera entre os estados com maior número de casos confirmados, com 359.110, seguido por Ceará (133.546), Rio de Janeiro (129.443), Pará (122.674) e Bahia (101.186). As unidades da Federação com menos pessoas infectadas registradas são Mato Grosso do Sul (12.261), Tocantins (14.509), Acre (15.768), Roraima (21.220) e Rondônia (26.000).

Bahia
A Bahia superou, nesta sexta-feira (10), a marca de 100 mil casos confirmados de covid-19. Nas últimas 24 horas, o estado registrou novos 2.867 diagnósticos da doença, elevando o total para 101.186 contaminados desde o início da pandemia. Os dados foram divulgados pela Secretaria da Saúde (Sesab), que também informou mais 55 mortes. Agora, são 2.383 óbitos em decorrência do novo coronavírus.

Entre os casos somados na Bahia, 71.926 pacientes já estão curados, o que representa 71%. Destes, 2.828 foram considerados recuperados nestas 24h (4,1%). Outras 26.877 pessoas (26,6%) ainda apresentam sintomas da covid-19. Os 2,4% referem-se às fatalidades.

Desde o início da pandemia, o estado já registrou 10.997 profissionais da saúde com a covid-19.

Dos 2.368 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para infectados com o novo coronavírus, 1.532 estão ocupados (65%). Já entre os 915 leitos de UTI adulto destinados somente a pessoas com a doença, 725 possuem pacientes internados (79%). A primeira fase do Plano de Retomada, divulgado esta semana tanto pela Prefeitura Municipal de Salvador quanto pelo Governo do Estado, será iniciada quando essa taxa de UTI estiver em 75% por cinco dias.

A região Extremo-Sul da Bahia possui a maior taxa de ocupação, com 96% dos leitos de UTI ocupados. Nesta sexta-feira (10), novos leitos foram abertos nas cidades de Eunápolis e Ilhéus. Na região Oeste, a taxa está em 90%.

Os diagnóstidos da covid-19 na Bahia aconteceram em 397 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (42,31%). As cidades com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.484,34), Itajuípe (2.318,09), Ipiaú (1.879,10), Lauro de Freitas (1.664,48) e Itabuna (1.588,95).

Entre as 55 mortes confirmadas nestas 24h, 23 óbitos ocorreram em Salvador (41,8%). Outras 31 fatalidades aconteceram em Ilhéus (6), Lauro de Freitas (3), Valença (2), Feira de Santana (2), São Sebastião do Passé (2), Santa Luz (1), São Francisco do Conde (1), Campo Formoso (1), Dias D’Ávila (1), Vitória da Conquista (1), Presidente Tancredo Neves (1), Itabuna (1), Santo Antônio de Jesus (1), Paulo Afonso (1), Teixeira de Freitas (1), Cruz das Almas (1),  Itapetinga (1), Remanso (1), Candeias (1), Juazeiro (1) e Iguaí (1). Houve ainda uma morte em Recife (Pernambuco), que entrou na contagem da Sesab já que a vítima era residente em Paulo Afonso.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas