Criança de 4 anos morre após ser atropelada por carro desgovernado em Pau Brasil

bahia
04.06.2021, 13:11:00
Atualizado: 04.06.2021, 13:41:38

Criança de 4 anos morre após ser atropelada por carro desgovernado em Pau Brasil

Veículo era conduzido por uma mulher que estava tendo aulas de direção na hora do acidente

Um menino de 4 anos, de família indígena,  morreu após ter sido  atingido por uma picape na cidade de Pau Brasil, no sul da Bahia, na noite de quinta-feira (3). Enzo Gabriel Oliveira Santos foi imprensado na parede de uma casa, depois que o veículo desgovernado subiu a calçada. O garoto, da aldeia Catarina Paraguaçu da tribo Pataxó Hã hã hae, ainda foi retirado com vida por populares e levado para o hospital da cidade, mas não resistiu. 

Segundo parentes de Enzo, o veículo do acidente, uma Toyota Hilux branca, era dirigido por uma mulher da tribo de Enzo que não tinha habilitação e estava tendo aulas de direção com o dono do carro. “A moça que atropelou é indígena, recém separada do primo de Enzo. É da mesma tribo. Já o rapaz não é indígena, mas é de uma família tradicional da cidade. Eles não foram encontrados. Não sabemos se fugiram ou aguardam a poeira baixar para se apresentarem”, disse a prima de garoto, a técnica de enfermagem Jossilene Santos Silva, 24. 

Enzo morreu depois de ter sido atingido e imprensado por uma picape (Foto: Divulgação) 

De acordo com a Polícia Civil, o acidente foi registrado na Delegacia Territorial (DT) de Camacã, que apura o ocorrido. O garoto estava na calçada de casa, quando foi atropelado por um veículo. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Arlete Magalhães, onde morreu. “A condutora do carro foi identificada. Testemunhas serão ouvidas na unidade, que expediu as guias periciais. O veículo vai passar por perícia”, diz a nota, que não faz referência ao rapaz, que seria dono da picape. 

Acidente
A tragédia aconteceu na Travessa Ivete Nogueira, no centro de Pau Brasil.  Familiares de Enzo contaram que o menino voltava para casa, junto com a mãe e uma amiga dela. Eles desciam a rua e logo avistaram a picape descendo também. Quando perceberam que o veículo estava em alta velocidade, foram para o acostamento, em vão. 

Descontrolado, o carro foi para mesma direção em que eles estavam. No susto, Enzo soltou a mão da mãe e subiu na calçada mais alta, ocasião em que o a Hilux atingiu o menino. “A picape ia bater numa moto e desviou e subiu a calçada pego meu primo”, contou Jossilene . 

O garoto era da tribo Pataxó Hã hã hae e filho único de um casal (Foto: Divulgação)

Enzo era o filho único de um casal. “A família toda está muito abalada. Ninguém esperava por essa. Uma criança saiu de casa alegre e na volta acontece isso. Quando a pessoa já está doente, já espera o pior.  Outra coisa é algo repentino acontecer e tirar a vida de alguém assim, de uma forma tão trágica e ainda mais de uma criança”, desabafou a prima do garoto. 

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que, por volta das 17h de quinta-feira (3), uma guarnição da 62ª CIPM foi informada sobre um acidente de trânsito com vítima fatal na Travessa Ivete Nogueira, no município de Pau Brasil. No local, a guarnição constatou que a vítima havia sido socorrida por populares.

“O condutor não foi localizado. O veículo foi guinchado e levado para a delegacia para adoção das medidas legais cabíveis”, diz nota enviada ao CORREIO.  

Até a manhã desta sexta-feira (4), o corpo de Enzo estava no Departamento de Polícia Técnica (DPT) da cidade de Itabuna e aguarda familiares para liberação e sepultamento.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas