Criança de três anos morre em incêndio na Bahia; corpo foi carbonizado

bahia
31.05.2022, 17:49:00
(Reprodução/TV Bahia)

Criança de três anos morre em incêndio na Bahia; corpo foi carbonizado

Vela teria caído sobre o colchão onde Henzo Gabriel dormia com a mãe e três irmãos, que escaparam com ferimentos

Uma criança de três anos, identificada como Henzo Gabriel Souza, morreu em um incêndio em Luís Eduardo Magalhães, no extremo oeste da Bahia. A ocorrência foi registrada na manhã desta terça-feira (31), na Delegacia Territorial do município.

O incêndio teria ocorrido na noite desta segunda (30). De acordo com a Polícia Civil, o corpo de Henzo Gabriel foi encontrado carbonizado.

Segundo reportagem da TV Bahia, as chamas começaram por causa de uma vela que caiu sobre o colchão onde o menino dormia junto com a mãe e três irmãos, de 5 anos, 2 anos e um recém-nascido com 15 dias de vida. A casa da família não tinha energia elétrica e, por isso, a mãe havia acendido uma vela.

Após atingir o colchão, o fogo se espalhou rapidamente. Vizinhos relataram que a mulher acordou aos gritos, pedindo ajuda, e que conseguiu tirar os irmãos de Henzo do local. No entanto, quando retornou ao imóvel para buscar o menino, ele já estava sem vida.

Após serem acionado, bombeiros militares do 2° SGBM/Luís Eduardo Magalhães se deslocaram até o bairro Jardim das Oliveiras, em Luís Eduardo Magalhães, já na madrugada desta terça-feira (31). No endereço indicado, os militares acessaram o quarto onde a vítima estava na expectativa de encontrá-la com vida, o que não aconteceu.

Em conjunto com a tentativa de resgate, parte da equipe atuou para conter as chamas ainda existentes e avaliar se o incêndio havia vitimado outros moradores. Segundo o corpo de bombeiros, a ocorrência terminou por volta das 3h43, horário em que o local permaneceu isolado para
a perícia.

A Delegacia Territorial de Luís Eduardo Magalhães já expediu as guias periciais. A apuração das causas do acidente e da morte - por queimadura ou sufocamento - serão esclarecidas após o resultado da perícia.

A mãe e os três irmãos receberam atendimento médico e seguem internadas em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Não há informações sobre seus respectivos estados de saúde.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas