Crianças jogam pedras e xingam papai noel que estava sem doces em São Paulo

brasil
13.12.2017, 08:24:00

Crianças jogam pedras e xingam papai noel que estava sem doces em São Paulo

Ataque aconteceu após o 'bom velhinho' ficar sem balas para distribuir

Uma situação inusitada aconteceu durante um desfile de papai noel na cidade de Itatiba, interior de São Paulo, no último domingo (10). O 'bom velhinho' foi alvo de pedradas de crianças, quando as mesmas descobriram que ele não tinha mais balas para distribuir.

Papai noel foi atacado durante desfile em Itatiba
(Foto: Acervo Pessoal)

Ninguém ficou ferido na ação. O papai noel estava desfilando pelo bairro Porto Seguro quando foi surpreendido pelas pedras. Um dos membros da equipe contou ao G1 Sorocaba e Jundiaí que, além das pedradas, as crianças, com idades entre 9 e 12 anos, também xingavam a equipe. Após o ataque, o grupo decidiu carregar o caminhão com mais balas e ir para a Praça da Bandeira. 

"Eles estavam correndo atrás do trenó e jogando as balas de volta. Eles chamavam a gente de filho da p* e mandando ir tomar no c*", relatou.

Essa não foi a primeira vez que o grupo foi atacado e, por isso, as visitas ao bairro tinham sido suspensas nos últimos quatro anos. "Eu acho uma sacanagem, porque a gente vai raras vezes para os bairros e quer ver o pessoal se divertir, é muito chato", completou o funcionário. 

O Papai Noel usou sua página numa rede social para relatar o caso e desabafar. "Quando estávamos indo para o Porto Seguro, passamos por três ruas, até que chegou o momento em que acabaram as balas. A partir desse momento, muitas crianças começaram a nos insultar, tacando várias pedras... É uma situação muito triste, pois fazia algum tempo que não íamos para lá por conta da mesma situação. Agora vai ser mais difícil ainda voltarmos, mas pedimos aos pais para trazerem as crianças ao centro da cidade, na vila natalina, para prestigiar o Natal tradicional itatibense", escreveu.

A prefeitura de Itatiba informou que não foi comunicada oficialmente sobre a situação descrita pelo Papai Noel. Segundo a nota, a cidade possui forte tradição de Papais Noéis, que se organizam de forma voluntária, fazem arrecadações e percorrem os bairros distribuindo doces, sem comunicação ou vínculo com a prefeitura. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas