Criatividade aumenta quando as pessoas a praticam em grupo

agenda bahia
08.11.2018, 05:30:00
Atualizado: 08.11.2018, 11:56:53
Alessandra Terumi incentivou a plateia a criar de forma coletiva (Arisson Marinho/CORREIO)

Criatividade aumenta quando as pessoas a praticam em grupo

Alexandra Terumi mostrou algumas práticas para despertar as ideias

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O que é criatividade? De onde ela vem? Seria um talento? Um dom? “Não necessariamente”, afirma Alessandra Terumi, consultora de design organizacional e inovação. À frente da oficina Criative[se], no encerramento do Fórum Agenda Bahia 2018, Alessandra mostrou algumas práticas para despertar e exercitar a criatividade no dia a dia.  

Mestre em Inovação pela NHTV University e pela Imagineering Academy, na Holanda, Alessandra utiliza a proposta do chamado Imagineering, braço de design e desenvolvimento da Disney responsável pela criação e construção de parques temáticos em todo o mundo.

“O imagineering busca a inovação a partir da experiência. Ele junta a imaginação e o dia a dia. Assim, pode-se chegar a uma ideia criativa”, diz Alessandra. O tempo inteiro, durante o workshop, ela incentivou a plateia a realizar exercícios em duplas ou em grupos. Isso porque ela trabalha com a ideia de cocriação, quando diferentes pessoas, de diferentes áreas, trabalham em cima de uma ideia ou na imaginação para criar algo novo. 

 Personagens

“A criatividade poder ser coletiva e não apenas individual. Acredito que a cocriação pode trazer resultados melhores do quando a criação é individualizada”, afirmou Alessandra, citando diversos personagens da história que fizeram da criatividade um estilo.

De Pablo Picasso a Steave Jobs, cada um tem sua definição sobre o ser criativo. “Picasso acreditava que todo ato criativo é um ato de destruição. Como destruição é uma palavra muito forte, eu diria desconstrução. É preciso desconstruir para criar”, destacou a especialista. 

Foi aí que ela ligou o som, colocou um pout-purri de músicas clássicas e fez toda a plateia fechar os olhos para entrar em contato com sua imaginação.

O Fórum Agenda Bahia 2018 é uma realização do jornal CORREIO, com patrocínio da Braskem, Sotero Ambiental e Oi, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador, Consulado-Geral dos EUA no Rio de Janeiro, Federação das Indústrias da Bahia (Fieb) e Rede Bahia; e apoio do Sebrae e da VINCI Airports.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048