Dado elogia Teixeira e destaca alegria ao chegar à final do Nordestão

e.c. bahia
24.04.2021, 23:56:00
Atualizado: 24.04.2021, 23:56:47

Dado elogia Teixeira e destaca alegria ao chegar à final do Nordestão

No Esquadrão, treinador terá a primeira chance de disputar o título da Copa do Nordeste

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foi com emoção, mas o Bahia está classificado para mais uma final da Copa do Nordeste. Na noite deste sábado (23), o tricolor superou o Fortaleza, nas cobranças de pênaltis após empatar por 0x0 no tempo normal, e se credenciou para pegar o Ceará na decisão.

O herói do tricolor no Castelão foi o goleiro Matheus Teixeira. Ele entrou na equipe de última hora para substituir Douglas, afastado por conta da covid-19, e pegou dois pênaltis cobrados pelo Fortaleza. Ao fim do jogo, o técnico Dado Cavalcanti elogiou a atuação do goleiro e lembrou que as participações nos jogos do time sub-23 deram a ele o ritmo necessário para ajudar a equipe principal.

“O fato dele estar atuando no time de transição nos deu tranquilidade de colocá-lo em campo. Esse talvez seja um dos trunfos do Bahia ter o time de transição atuando. Algumas pessoas, até internas, pensam que atuar no time de transição traz algum tipo de escaneamento ou demérito. Eu penso justamente o contrário, os jogadores que estão atuando lá têm mais chance de atuar aqui por estarem com ritmo. Foi assim com Raniele diversas vezes, outros atletas vieram e compuseram o banco. Hoje foi Teixeira, que chegou com um lastro de cinco jogos. Não é pouca coisa, principalmente para goleiro, isso influencia demais no rendimento. Foi uma escolha muito clara, não tivemos dúvida pela escolha”, explicou o treinador.

Dado não escondeu também a felicidade por chegar à final do Nordestão. No Bahia desde a reta final do ano passado, será a primeira vez que ele disputará o título do principal torneio da região.

“É uma alegria, uma felicidade de chegar à final. Agora restam duas equipes que mostraram a sua qualidade durante todo o campeonato, e mostraram merecimento de estarem fazendo a final. O primeiro sentimento é de alegria, e ao mesmo tempo motivante para que a gente dê sequência ao trabalho e que dessa vez o troféu fique em Salvador”, ressaltou ele.

Os jogos da decisão contra o Ceará serão disputados nos dias 1º e 8 de maio. O primeiro duelo será em Salvador. Já a segunda partida, terá o mando do Ceará, no Castelão, já que o alvinegro fez melhor campanha do que o time baiano.

Antes de pensar na decisão do título, o Bahia tem compromisso pela Copa Sul-Americana. Nesta terça-feira (27), o Esquadrão recebe o Guabirá, da Bolívia, às 19h30, no estádio de Pituaçu, pela segunda rodada do grupo B.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas