Daniel Silveira prendeu apenas 2 pessoas em 7 anos como PM, mostram registros

brasil
22.02.2021, 09:48:46

Daniel Silveira prendeu apenas 2 pessoas em 7 anos como PM, mostram registros

Deputado preso na última semana teve carreira discreta enquanto policial

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em 2019, durante entrevista para a revista Piauí, o recém-empossado deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) disse ter matado 12 pessoas enquanto era policial. Mas os registros profissionais durante seus 7 anos de atuação (2012 a 2018) mostram o contrário.

Uma investigação feita pelo G1 mostra que o parlamentar preso na última semana jamais matou qualquer opositor em confronto armado. Não há qualquer registro de auto de resistência assinado por ele.

Também não há registro oficial de que o soldado tenha disparado sua arma uma vez sequer. Ele também nunca prendeu alguma arma de fogo.

Raríssimas foram as prisões realizadas pelo policial Daniel Lúcio da Silveira. Ao longo dos sete anos, foram só dois flagrantes.

Indisciplinado
Enquanto a lista de ações do deputado não envolve ocorrências discretas, sobram punições e relatos de indisciplina.

Enquanto policial, Daniel recebeu 26 dias de prisão, 54 dias de detenção, 14 repreensões e 2 advertências. Ou seja, em menos de 70 meses de trabalho, Daniel Silveira foi punido 96 vezes – bem mais do que uma por mês.

Em nota, a defesa do deputado disse ao G1 que "todos os fatos já foram ampla e notoriamente esclarecidos e qualquer tentativa de trazê-los à tona mais uma vez corroboram apenas para o assassinato de reputação que se intenta contra o parlamentar".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas