Datafolha: para 42% Bolsonaro agiu mal em crise do óleo no Nordeste

brasil
23.12.2019, 10:21:00
Atualizado: 23.12.2019, 10:22:37
(Arisson Marinho/CORREIO)

Datafolha: para 42% Bolsonaro agiu mal em crise do óleo no Nordeste

A pesquisa foi feita com 2.948 pessoas acima de 16 anos em 176 municípios nos dias 5 e 6 de dezembro de 2019.

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (23), pelo jornal "Folha de S.Paulo", mostrou a opinião dos brasileiros sobre a postura do presidente Jair Bolsonaro diante do vazamento de óleo que atinge praias do litoral brasileiro.

A pesquisa ouviu 2.948 pessoas acima de 16 anos, de 176 municípios, nos dias 5 e 6 de dezembro deste ano. O resultado apontou que 42% acham que o governo teve desempenho ruim ou péssimo ao lidar com o desastre ambiental. Já 31% dos entrevistados enxerga a postura como regular, enquanto 23% acha que foi ótima/boa 23%.

No recorte por região, o Nordeste foi quem pior avaliou o desempenho de Bolsonaro, com 50% das pessoas classificando a postura como ruim ou péssima. A região foi a mais atingida pelo petróleo cru, que também chegou a algumas praias do Sudeste.

Os dados apontam ainda que 92% dos entrevistados ficaram sabendo do desastre ambiental. Entre os que têm ensino superior, o percentual é altíssimo: 99%.

A pesquisa também questionou sobre o desempenho do presidente para pessoas de diferentes ocupações. Ao todo, 46% dos empresários acharam as ações de Bolsonaro em relação ao vazamtno de óleo ótimas, enquanto 60% dos estudantes as consideraram ruins ou péssimas

As manchas de óleocomeçaram a chegar ao Nordeste em agosto, e também afetaram algumas praias do Sudeste. Ao todo, foram 980 afetados pelo petróleo cru, segundo balanço do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), divulgado em 20 de dezembro.

Há registro de manchas de óleo na Bahia, Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, além de Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

Veja os resultados da pesquisa:

Por sexo
Masculino
Ruim/péssimo: 39%
Regular: 32%
Ótima/boa: 26%

Feminino
Ruim/péssimo: 44%
Regular: 30%
Ótima/boa: 20%

Por regiãoNordeste
Ruim/péssimo: 50%
Regular: 29%
Ótima/boa: 16%

Centro-Oeste
Ruim/péssimo: 41%
Regular: 31%
Ótima/boa: 24%

Sudeste
Ruim/péssimo: 40%
Regular: 31%
Ótima/boa: 24%

Sul
Ruim/péssimo: 35%
Regular: 30%
Ótima/boa: 29%

Norte
Ruim/péssimo: 32%
Regular: 36%
Ótima/boa: 27%

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas