De Corolla hatch a Renegade híbrido, conheça versões que não são oferecidas no Brasil

só se vê no correio
26.06.2021, 15:00:00
Inédita do Brasil, a configuração hatchback do Corolla é oferecida pela Toyota em diversos mercados, como na Austrália (Fotos: Divulgação)

De Corolla hatch a Renegade híbrido, conheça versões que não são oferecidas no Brasil

Veja carros com formatos diferentes, outras motorizações e acabamentos distintos do que é oferecido no mercado nacional

O mercado automotivo brasileiro é recheado de marcas e versões, mas mesmo assim algumas configurações não chegam aqui. Muitas opções a diesel não são comercializadas por conta da legislação, então, deixando essas opções de fora, separei alguns modelos bem interessantes que fariam sucesso no Brasil.

Chevrolet Camaro ZL1
Enquanto oferece no Brasil apenas uma versão do Camaro, a ótima SS, nos Estados Unidos e em outros mercados, a Chevrolet tem no portfólio outras opções. Uma delas é a ZL1, que tem um motor 6.2 litros V8 com supercharged que rende 650 cv de potência e 89,9 kgfm de torque.

Enquanto a versão SS do Camaro, que é vendida no Brasil, tem 461 cv de potência, a ZL1 oferece 650 cv

Ford Ranger Raptor
Na vizinha Argentina, a Ford oferece a versão Raptor da Ranger. Com suspensão modificada e visual agressivo, a picape é equipada com um propulsor 2 litros biturbo a diesel que entrega 210 cv de potência e 51 kgfm de torque. O motor é associado a uma transmissão automática de 10 velocidades e esse conjunto leva os 2.435 kg da picape de 0 a 100 km/h em apenas 10,5 segundos.

A Raptor é a configuração mais esportiva da Ford Ranger

Jeep Renegade Híbrido
Chamada de 4xe, essa configuração do SUV compacto da Jeep é um híbrido do tipo plug-in, que pode ser recarregado na tomada. O sistema motriz é composto por um motor 1.3 litro turbo a gasolina de 130 ou 190 cv de potência e um propulsor elétrico que rende 60 cv. A marca promete comercializar em breve essa configuração por aqui.

Em alguns mercados há uma configuração híbrida do Renegade que pode ser carregada na tomada

Nissan Frontier Warrior
A Frontier, principal picape da Nissan, é conhecida em outros mercados com nomes distintos. Na Austrália, onde é batizada como Navara, ela acaba de ganhar uma nova versão, a Pro-4X Warrior - uma evolução da N-Trek Warrior, de 2019. A motorização ainda não foi divulgada oficialmente. O mais provável é que o motor 2.3 biturbo a diesel de 190 cv e 45,8 kgfm da versão anterior se mantenha.

A Pro-4X Warrior é a versão mais radical da Frontier, conhecida em alguns países como Navara

Renault Captur 4x4
Na Rússia, o SUV da Renault é oferecido como Kaptur, com a letra K no lugar da C, e conta com a opção de tração 4x4 do tipo AWD. Na época do lançamento do modelo no Brasil a engenharia brasileira revelou que colaborou com o desenvolvimento dessa configuração. Na Rússia, o 4x4 é bastante utilizado para a neve.

Na Rússia, o Captur conta com um sistema de tração 4x4 do tipo all wheel drive

Toyota Corolla hatch
Comercializado atualmente no Brasil apenas com carroceria sedã, o Corolla é oferecido em outros mercados nas configurações hatch e também como perua - que chegou a ser vendida aqui por um curto período, quando era chamada de Fielder.

O Corolla com carroceria hatchback nunca foi comercializado no Brasil

Volkswagen Taos 4x4
Recém-chegado às concessionárias brasileiras, o Taos está estreando em outros países. Nos Estados Unidos, uma das diferenças é a oferta da tração 4x4 AWD, chamada pela marca alemã de 4Motion. Por lá, o motor também é outro: o 1.5 litro turbo, que entrega 160 cv de potência.

O novato Taos tem a opção de tração 4x4, do tipo AWD, nos Estados Unidos

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas