De Land Rover a Fiorino: motel drive-in desperta curiosidade de soteropolitanos

salvador
05.04.2022, 06:00:00
Motel drive-in: uma nova opção para os casais (Paula Fróes/ CORREIO)

De Land Rover a Fiorino: motel drive-in desperta curiosidade de soteropolitanos

Nova opção para casais tem custo de R$ 39,90 por duas horas

Seja a bordo de uma luxuosa Land Rover ou pilotando uma simples Fiorino, agora, todo soteropolitano pode realizar seu fetiche de transar no carro sem abrir mão da sua segurança. Com a onda de drive-in na pandemia para espetáculos, shows e filmes, Salvador ganhou também a versão de motel no mesmo modelo. Se trata do Drive-In Box Executive, localizado no Jardim das Margaridas, bem próximo ao Salvador Norte Shopping.

Uma opção nova para quem quer sair do comum ou deixar de procurar lugares desertos e escuros na hora do ‘rala e rola’. Lançada em dezembro, a novidade tem conquistado muitos adeptos, segundo o idealizador do projeto, Luiz Claudio Carneiro. Apesar de não ter números sobre o fluxo de clientes, ele afirma que o modelo tem sido bem recebido pela oportunidade da pessoa se satisfazer sem ter que pagar muito para isso.

“Quem frequenta motel em Salvador sabe: um quarto simples por duas horas sai na faixa de R$ 100. Então, por menos da metade do preço, o casal pode aproveitar o carro num lugar com segurança e com os serviços que encontra em um motel convencional”, destaca Luiz.

Foto: Paula Fróes

O lepo lepo automotivo - como bem diria a banda Psirico - tem despertado também muita curiosidade de quem ainda não foi. “Eu já transei muito em carro e acho que é uma possibilidade boa. Fazer isso, que é um fetiche, sem se preocupar com gente, câmera ou até ladrão, deve valer. Quando surgir a oportunidade, vou lá”, garante um homem que preferiu não se identificar.

Outro gosta da ideia para evitar ‘laranjadas’ como a que passou ao tentar transar com a parceira em um lugar público. “Já tive a experiência de querer encostar na rua e um policial, sem farda e num carro à paisana, bateu na janela do carro com uma arma e pediu para que a gente deixasse o local, pois ali não era lugar de fazer aquilo”, lembra. 

Depois do susto, para ele, a segurança passou a valer mais do que a adrenalina na hora do sexo. “O que mais desperta a curiosidade de frequentar é pela facilidade em estacionar o carro em local seguro e poder fazer o que quiser”, completa.

Vale lembrar que, segundo o Código Penal Brasileiro, praticar ato obsceno em local público é crime e a pena pode ir de detenção de três meses a um ano, ou multa.

Outra pessoa entrevistada também preferiu preservar sua identidade, mas não esconde a vontade de conhecer o motel drive-in. “Eu acredito que sim [seria uma boa experiência], até porque, mesmo que seja meio desconfortável, a ideia é a troca de desejo e curtir um tesão em um ambiente novo”. 

Disponibilidade
Para os curiosos e interessados, uma notícia boa: o Drive-In Box Executive não fecha. Fica aberto para visitantes de domingo a domingo, 24 horas por dia. Além disso, o local dispõe de 31 boxes com banheiro privativo, serviço de garçom e cadeira erótica. O custo para pegar um boxe por duas horas é de R$ 39,90.

Com a boa recepção, Luiz Claudio lembra como teve a ideia de trazer o projeto, já existente em Belo Horizonte e São Paulo, para terras soteropolitanas. “Percebi esse retorno do drive-in no período da pandemia e aí tive a ideia pensando em quem não quer passar muito tempo no motel, não quer pagar um valor alto, mas deseja segurança”, finaliza.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas