De olho no Ba-Vi, Vitória terá time reserva diante do Jacuipense

e.c. vitória
31.01.2019, 05:00:00
Uma das apostas do Vitória contra o Jacuipense, Léo Gomes vai estrear na temporada (Mauricia da Matta / EC Vitória)

De olho no Ba-Vi, Vitória terá time reserva diante do Jacuipense

Leão recebe equipe do interior, hoje, às 20h30, no Barradão, pelo Campeonato Baiano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em semana de Ba-Vi, as principais armas são guardadas para o rival e o técnico Marcelo Chamusca adotou a cartilha do clássico. O Vitória vai entrar em campo com o time reserva contra o Jacuipense, nessa quinta-feira (31), às 20h30, no Barradão, pela terceira rodada do Campeonato Baiano. Os titulares serão preservados para o primeiro Ba-Vi do ano, que acontece no domingo (3), às 17h, na Fonte Nova, pela Copa do Nordeste.

“A gente não estabeleceu nenhum pacote pronto para a competição. É o estado físico dos atletas e o microciclo da semana que define o que a gente vai fazer, então pode sim mudar em todas as posições, de acordo com a nossa leitura de comissão técnica e com a questão de dar oportunidades, pra gente manter todo mundo com ritmo. (...) O goleiro também está inserido nessa alternância”, pontuou o técnico rubro-negro. 

Chamusca colocou o discurso em prática na última quarta-feira (30), na Toca do Leão, quando comandou um treino tático apenas com os jogadores que escolheu para enfrentar o Jacuipense. A atenção foi toda dele. Os titulares do triunfo por 2x1 contra o Jacobina, domingo passado, pelo estadual, participaram de uma atividade técnica com os auxiliares em outro campo.   

“É muito importante atrelar o discurso às atitudes. Quando você faz um discurso que todos os jogadores são importantes e coloca sempre os mesmos para jogar, você está indo de encontro ao seu discurso”. Sendo assim, o goleiro Caíque terá oportunidade com o treinador pela primeira vez, assim como o lateral-direito Wellisson, que também foi revelado nas categorias de base do Leão e, aos 19 anos, vai estrear como profissional. Após jogar a Copa São Paulo de Futebol Júnior, ele vai substituir Jeferson, única opção de ofício do elenco para a posição. Fora dos planos, Cedric ganhou férias.  

A dupla de zaga, por sua vez, será formada por Gabriel e Ramon. Improvisado na lateral esquerda, Bruno Bispo completa o sistema defensivo rubro-negro. Léo Gomes e Rodrigo Andrade serão os volantes. O setor ofensivo começa com Luan Ferreira centralizado na meiuca. Nickson jogará aberto pela esquerda e Erick pela direita. Eron, que na quarta-feira (30) teve o contrato renovado até dezembro de 2021, será o único homem de referência na área. Antes, o vínculo era somente até junho desse ano.  

“A gente está levando em consideração não só o desgaste do jogo de domingo (passado), a fadiga dos jogadores, mas o compromisso que a gente tem no primeiro clássico, um jogo importante da Copa do Nordeste. E a gente vê como uma situação interessante também colocar todos os jogadores em atividade, inclusive para servir de laboratório para nós”, pontuou Marcelo Chamusca.

O Leão deve entrar em campo com Caíque, Wellisson, Gabriel Silva, Ramon e Bruno Bispo; Rodrigo Andrade, Léo Gomes e Luan Ferreira; Erick, Eron e Nickson

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048