Decarga intercepta caminhão com R$800 mil em produtos falsificados

bahia
14.06.2021, 17:21:00
Atualizado: 14.06.2021, 17:21:14
Mais de 10 mil pares de calçados e bolsas falsificados foram apreendidos (Fotos: Polícia Civil/Divulgação)

Decarga intercepta caminhão com R$800 mil em produtos falsificados

Mais de 10 mil produtos foram apreendidos, entre calçados e bolsas

Uma carga de produtos falsificados e avaliada em R$800 mil foi interceptada por policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos em Rodovias (Decarga), em Feira de Santana na tarde do último domingo (13).

Titular da Decarga, o delegado Gustavo Coutinho explicou que o caminhão saiu de Nova Serrana, em Minas Gerais, com destino a cidades do Nordeste. 

“A carga seria distribuída pela região. Constatamos que o material totalizou mais de 10 mil pares de calçados e bolsas, réplicas de marcas famosas e sem nota fiscal”, explicou.

O caminhão que carregava os produtos foi interceptado em um posto de combustível nas proximidades do bairro Conjunto Jomafa. O motorista foi autuado em flagrante com base no artigo 189, do Código Penal Brasileiro, que versa sobre falsificação. Ele está à disposição da Vara Criminal

Os empresários responsáveis pela compra e distribuição dos produtos já foram identificados e devem responder judicialmente.

“É importante ressaltar que devido a falsificações e contrabando, o Brasil deixa de arrecadar bilhões em impostos, todos os anos”, disse  Coutinho.

De acordo com a Polícia Civil, a delegacia especializada deve deflagrar outras ações nos próximos dias, com o objetivo de coibir esse tipo de crime.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas