Depois de fortes chuvas, árvore desaba e atinge prédio em Periperi

salvador
09.04.2021, 15:02:00
Atualizado: 09.04.2021, 15:03:11
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Depois de fortes chuvas, árvore desaba e atinge prédio em Periperi

Só nas últimas 48 horas, o bairro registrou 153,2 mm acumulados

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em Salvador, só no início de abril, já choveu metade do que estava previsto para todo o mês. E, em alguns pontos da cidade, o volume de água caindo foi tão grande que causou problemas aos moradores. Como em Periperi, quinto bairro com mais chuva nas últimas 48 horas com 153,2 milímetros acumulados segundo a Codesal. A consequência disso foi a queda de uma árvore que atingiu um prédio no bairro.

O local da ocorrência foi na Praça da Revolução e a árvore ficava próxima a uma agência da Caixa Econômica Federal e a um parque infantil. Por sorte, ninguém estava próximo quando a árvore desabou e nenhuma pessoa se feriu, nem mesmo os moradores do prédio atingido.

(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)
(Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Susto grande


Isso é o que garante Aurelino Bispo, 64 anos, metalúrgico que é proprietário do prédio. Ele afirmou que, felizmente, a estrutura do local não foi comprometida pela queda, que causou danos apenas na fachada. "Aqui, no andar de baixo, tem uma loja. O que aconteceu foi que destruiu a placa da loja, afetou a fachada, mas, graças a Deus, não teve dano na estrutura do prédio. A frente da loja ficou toda destruída, mas só foi isso. Dentro mesmo, não tivemos prejuízos", contou.

O metalúrgico também descreveu o tamanho do susto que os moradores tiveram com a ocorrência. "Caiu por volta de 1h40 da manhã, foi um susto grande pro pessoal quando ela veio ao chão. A árvore deitou, saiu a raiz e tudo. A gente já tinha visto partes dela cair e ficado com medo da situação. Então, na hora, o povo viu o medo se confirmar com esse pé d'água que foi muito grande ontem e hoje", declarou. 

Queda danificou fachada, mas não afetou estrutura do prédio (Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Fortes chuvas em Salvador

Periperi está entre as cinco localidades em que mais caiu água nos últimos dois dias. Quem lidera este ranking é o bairro de Praia Grande, com 170,8 mm, que é seguido São Tomé de Paripe com 170,5 mm, Mirantes de Periperi com 161,8 mm, Castelo Branco com 154,8 mm e Periperi com 153,2 mm, como já foi dito. Em Castelo Branco, a chuva foi tão forte durante o dia que a sirene de alerta para riscos de deslizamento tocou por volta de 13h desta sexta-feira (9). 

O prefeito Bruno Reis falou sobre as chuvas que se intensificaram nessa madrugada e ressaltou que a gestão municipal segue trabalhando para evitar maiores problemas. "Seguimos monitorando toda a cidade, principalmente as áreas de riscos com nossas equipes dando todo o apoio necessário. Em caso de emergência, ligue para Defesa Civil 199", disse em uma rede social.

*Sob supervisão da subchefe de reportagem Monique Lôbo

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas